sábado, 16 de dezembro de 2017

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Tweets by @pazdornelles

O subconsciente é extensão irracional ao consciente. Mundo próprio. Universo paralelo.

O comportamento humano fala como a esfinge: 'Decifra-me ou devoro-te'.

Miraculoso visitante; Operando milagres quando (e onde) bem vindo.

Ao plural-singular cosmopensante.

Engolidos os sapos, aprendem-se as lições.

Alinhando-se ao espaço-tempo, encontramos a si.

Automatizando-se; Quando o suficiente está no automático.

Façam a mim o que desejam aos vossos. Que assim seja.

Nada mais justo.

Shalom ao Shalom; Aleikum Salaam ao Salaam Aleikum. Ogunhe Axé .'.

quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Imagens

Parque Farroupilha - Porto Alegre


Prossumers Office

quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Invisíveis - Processos Naturais


Os lentos processos naturais ensinam (revelam) que a humanidade interage, conflituosamente, como o universo natural, imersa à natureza. Burocráticos registros à circulação humana, entre ecossistemas, ao avanço e ao progresso. 

O que fazer frente aos incontáveis 'desafios'? (Invisíveis ao senso comum).

terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Matéria em transformação



A natureza costuma transformar a matéria. Assim como as árvores crescem e produzem frutos; Assim como os rios abrem caminho por entre as pedras; Assim como as dunas se transportam com o vento; As relações naturais entre o homem e o ecossistema vivem em plena transformação.

Nisto é importante lembrar o que estamos fazendo com os recursos naturais. Sobretudo, com os resíduos produzidos pelo consumo da matéria inorgânica. Principalmente o plástico, por ter maior ciclo vital e demorar mais para se decompor. O que se torna ameaça à natureza e causa aos desastres ambientais. 

Cabe a sociedade investir em educação ambiental, coleta seletiva e reciclagem. O plástico das garrafas pet, por exemplo, são facilmente aproveitados para fabricar réguas, chaveiros, botões de camisa e produtos diversos, como carenagens, capas de celular e painéis de carro. Eis, além da urgência ambiental, o caminho à alta produtividade industrial. Gerando empregos e multiplicando o uso da matéria reciclável.


segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Mundo Real

Mundo Real - Prossumers HQ - 'Acredite; Eis a história real'.

Eventualmente, o mundo parece viver o completo caos.

Então descobrimos que caos e ordem iniciam no pensamento. 

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Salvando-se - O chapéu e o cavalo da chuva


Cap I - Reunião anual

Estavam hospedados no Plaza. Eram todos irmãos empresários e as respectivas esposas. Na banda, tocavam como pai, aos filhos e funcionários. Às respectivas mães, ainda eram filhos. Vieram dos mais variados estados conhecer a história singular. Alguém que mantém a salvo o chapéu e o cavalo da chuva.

'Precisamos investir em idéias novas' - Diziam - 'Gente com garra e histórias para contar'.

Assim, conectaram-se ao guerreiro que lhe vendeu guarda-chuvas. O guerreiro, protagonista na própria história, entregou-lhes o cartão de visitas ao resumir brevemente a batalha - 'Óbvio que prefiro atuar na própria área. Mas a sobrevivência é necessária e todo trabalho é digno'.

 'Deus ajuda quem se ajuda' - Disse um dos irmãos. 

'Este sou eu!' - Respondeu, rindo, o guerreiro. 

Ao chegar em casa, fez o almoço, lavou as roupas e aguardou os sinais do tempo que estava por abrir-se. O Sol veio e o raio luminoso,que entrou pela janela, brilhou, exatamente, sobre a moeda que estava sobre a mesa. Sob a moeda, o envelope com contas a acertar.

'Oh Pai, mostre-me o caminho' - Orou, o guerreiro, em silêncio. Lavando o rosto, antes que escorressem as lágrimas dos olhos cheios d'água.

Ao pôr a mão no bolso, encontrou o dinheiro das vendas e disse, na janela, ao ver o tempo aberto: 'Deus abençoa o Sol e a chuva'.

Vestiu o velho chapéu e saiu à rua para acertar as contas. Carregando junto os livros que leria, sob as árvores, no parque. E assim o fez. 

*Capítulo baseado na história real do autor.

quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

Cap XII - Dos agenciamentos - Aos Irmãos Lowtons e Demolays

Honra à Lei dos irmãos .'.


AOS PUTEIROS ORIENTAIS
Cap XII - Dos agenciamentos 

O Mestre jamais agenciou coisa alguma aos irmãos; Salvo a si próprio. Ao saber que estavam a devolver as prostitutas que conheciam, disse: 'Aqui, as irmãs, mães e filhas, são fiéis. Caso tenham conhecido alguma (devolvida) distinta disto, deduzo que tenham agenciado as próprias (filhas ou esposas); Por isto, jamais ciscar às amigas alheias quando enroladas; Assim, suas partes vêm manter-se a salvo'. 

Serão perseguidos e punidos (quando a pá virada é confirmada), para que jamais faça-se isto novamente aos filhos do oriente e respectivos irmãos.

Att

O irmão dos filhos 

Quinta-feira, 7/12/17 - 13:30 (BR) & G.'.O.'.A.'.

Erva do diabo (O Chimarrão)




'Erva do diabo' é como os Jesuítas chamavam a erva utilizada pelos guaranis para preparar o 'chá de caáh' (chimarrão).

'Os demônios preferem conversar logo cedo' - Diriam os bugres, em sessão extraordinária.



quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Imagine


Imagens Imaginárias

'Naves sondam a Terra; Dia a noite; Noite e dia'. 

Irmãos das estrelas vigiam a sonda.
Ao defender o território, unem-se aos terráqueos, frente aos invasores. 

'O firewall estava desativado quando o encontramos no sistema'. 
Ao 'Novo Mundo', telegrafados, via internet.

'Matrix' era logo ali, subindo a lomba; 
Onde há o obelisco e bom wi-fi.

Imagine
Criar o Mundo Novo
Quando, em Jáh
'Existo'

*Mensagem aos 'deuses astronautas' (monoteístas).

Súplicas (...) 

A sede pelo novo obriga-me a isto; 
Agonizo, gozo, rio ou choro

Aos pleonasmos redundantes;
Aos vazios que se preenchem;
Ao sentido que se esconde

O certo é que em prosa, pontuado, entre-virgulas,
livre das rimas ou métricas,
simulo a forma dos versos, 
para assumir em súmula
que: 'Isto pisto' 


*Em Babel era assim.


terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Ciências (divinas)



Caminhe com fé; Observe com saber; Pois...

'A ciência sem a religião é manca, a religião sem a ciência é cega' (Albert Einstein).

Eis a máxima do maior 'cientista' (digamos, 'físico'; com respeito a Newton e tantos mais) que este planeta já teve. Certamente, a ciência é dom divino. O que faria Einstein construir tal sentença? Seria, a ciência humana (pelas infinitas desconstruções), a fonte do ceticismo científico? O que o sobrenatural tem a ver com a ciência humana? Que argumentos tem a ciência sobre a fé? O que a fé poderia fazer pela ciência?

Algumas explicações científicas, estão nos livros sagrados, criptografadas pelas linguagens figuradas. Parábolas, metáforas e alusões diversas. Assim como a origem da vida humana na água (ou lama) ou a origem do universo; o 'big bang' (fiat lux).

Aliar saberes, ao desconstruir mitos, ou compreender fenômenos, é fortalecer a crença na ciência que conhecemos. 

segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

Tweets (A meu respeito)



A meu respeito - Tweets by www.twitter.com/pazdornelles 

O primeiro a aceitar-me, sou eu; O segundo e o terceiro, também.

Justo e bom é quem ajuda-me. Enquanto isto, ajudo-me no Pai (Que está sempre Conosco).

Depenado, desde que conheci o inferno, nem sei o que é pena. Salvo a que vos escrevo.

A lei continua valendo. Portas abertas é o que disponho por aqui. Abrir caminho é o que faço quando tenho a frente.

O que desejo a si, desejo aos nossos.

Ninguém está sobre ninguém. Ir para frente é o que faço. Honrando cada espaço.

O novo desafia-me. O inusitado brilha-me os olhos. Às alianças; O 'juntos' é o que defendo.

Nem com ou sem; Juntos. Alio-me aos nossos.

Entre a aurora e ás zero horas, divido o dia (atividades) em três partes. Defino as tarefas, por hora, dentre o hall das atividades.

Em média, seis horas trabalhadas (em frações), dentre atividades diversas.

Crio melhor quando livre dos engessamentos técnicos. Salvo quando orientado.

Somo habilidades quando tenho espaço para isto.

Intercalo atividades distintas com breaks espalhados. 

Faço vários breaks ao dia, em vez dos descansos, ou happyies, à noite.

Multimidia é paixão. Trabalho é quando ganhamos com isto. Por aqui, invisto tempo, transpiração e capital.

Por dez meses, mantive sites no ar, com grana dos guarda-chuvas. Assim, também, publico livros. Salvo eventuais investimentos (Que Deus abençoe os investidores).

Ninguém vive (exclusivamente) dos ares e luz; Ninguém, sem. Embora prefira o ar livre à luz (dia) que o sereno das madrugadas.

Água é a bebida preferida. Bebo dia e noite. Eventualmente, abro exceções.

Faço academia por questões terapêuticas e motivacionais.

Além disto; Sou (exatamente) o que Sou. Recrio-me quando necessário ou em lugares (ou situações) diferentes dos habituais.

O que está postado é 1%. No mais é olho no olho. Segredo é o que guardo em off. O HD externo que o diga.

Shalom 

domingo, 3 de dezembro de 2017

À hora


Travar a própria língua, eventualmente, é cordialidade e respeito; Quando vive-se a esgrima cotidiana nos debates dialógicos além dos escritórios, bares ou praças. Silenciar é possibilitar ouvir o 'Eu interior', as pessoas e a natureza. Compreender que, fala-se, quando tem-se a vez. Assim, ouve-se, quando é hora. 

No silêncio; 
Guardo-me aos sinais

Enquanto a arte grita
Enquanto a arte chora
Enquanto a arte ri

Ao silêncio; 
Guardo-me, nem mais






sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

Coaching Ocupacional - Porto Alegre - Brasil

Clique na imagem.

COACHING OCUPACIONAL

Olá; Está sem companhia para ir ao shopping, ao cinema, caminhar na orla, chimarrear no parque, visitar museus, ir ao teatro, pontos turísticos, estádio de futebol, jogar videogame, ouvir música, estudar línguas, aprender photoshop, editar vídeos, fazer umas fotos legais por aí e conversar o tempo todo?

Estou aqui para te acompanhar nas mais distintas atividades.

Sou o Juliano Dornelles (Coaching Ocupacional). Entre em contato para detalhes - What's (51) 9.8543-3884 - Fixo (51) 3225-4275.

www.facebook.com/pazdornelles
www.pazdornelles.com

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

O mundo é o laboratório


SUBLIMINAR SINGULAR-PLURAL

Às vigílias, em pé, o mestre, das noites sem lua, mantém-se longe das nuvens, a orientar-se às estrelas.

Já nem lembra dos quais esquecem-se; Mas guarda-se aos quais lembram-se; (Conectado) Ao verdadeiro caminho.

Em cada clube, sociedade ou irmandade, cultos ou ritos, feitos ou ditos, eis, ao iniciado mago, o caminho (aprendiz).

Estar indo é estar lá; Certamente, onde (formos) vamos, estamos.

'O mundo é o laboratório; 
A vida, o experimento'.

quarta-feira, 29 de novembro de 2017

Arte à Bandeira



ORDEM AO PROGRESSO

Eis nossa bandeira atual (acima). Há tempos sugerem-se alterações na arte original que é Positivista. O lema 'Ordem e Progresso', provém da máxima Positivista "O Amor por principio, a Ordem como base e o Progresso como fim".

O que seria mais original (brasileiro)? Incluir o 'amor' na bandeira, como sugerido recentemente? Ou trazer (o amor) no peito e retirar o lema (deixando-o implícito), assim como a (frase) 'Ordem e Progresso'?

O recorte é a forma mais simples ao que conhecemos como 'edição gráfica' (artes gráficas). Certamente, recortar o lema, e limpar o 'céu estrelado', faria com que as futuras gerações procurassem, na história, o que origina, desde a bandeira imperial, a arte futura.

Bandeira Imperial

Sugestão - Juliano Dornelles 

terça-feira, 28 de novembro de 2017

Autobiográfico (Sobre as substâncias químicas)



Cada vez que penso em beber cerveja, vinho ou café, o E.S. pede-me para beber água. Quando penso em sair a noite, pede-me para despertar cedo. Quando penso no fumo, pede-me para cultivar o ar puro. O que isto quer dizer? O Pai Nosso nos ama; Façamos o que o Criador quer.

Bebo
Fumo
E sou piradão

Será 
que tenho solução?

O tempo ocioso (assim como o álcool e a noite em lugares boêmios) é o maior inimigo dos fumantes que desejam libertar-se. Ocupe-se com coisas boas (estudos, trabalhos, esportes e espiritualidade).


Namastê - Shalom; Ogunhê Axé .'.

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Aqui estamos



Multitasking


Multidisciplinar; Como a literatura ajuda a música e vice versa? Como o esporte liberta? Como a espiritualidade motiva? Como o coaching ajuda em diversas profissões?

Para que aprender o que transcende a própria área? Que valor tem o conhecimento "extra-(.*)"?

Quanto a vale a música para correr na esteira ou beber no bar? O que tem a ver música com tais mercados (esporte e bebidas)? O quanto o direito constitucional importa ao fotógrafo? A matemática, a literatura, a psiquiatria, a programação neurolinguística, a filosofia, a poesia, etc?

Mais, ou menos, que beber no bar ou correr na esteira? O quanto nos apetece (motiva, impulsiona, alegra, etc.)?

OBS: *.* é linguagem DOS.


Exatas e humanas completam-se.

domingo, 26 de novembro de 2017

À remissão dos pecados


Quem, dentre nós, jamais pecou?

O que muda no homem, quando reencontra (no âmago) o Verbo?

* * *

San Pecador era o 'Santo' dos pecadores; 
Embora só o 'Criador' o seja. 
Divino era o sagrado livre arbítrio. 
Dos consagrados pecados, guardava-se na remissão.


* * *

Piedade é dom divino; Assim como o entendimento, o temor (ao Pai Nosso), a sabedoria, a ciência, o conselho e a fortaleza (espiritual). Perdoar-se é ato considerável quando, pelas próprias escolhas, abdica-se dos antigos pecados.

Os caminhos sagrados colocam os dons divinos como alternativa à libertação dos pecados capitais  (luxúria, gula, ira, orgulho, preguiça, cobiça e inveja). Dia a dia; A escolha é nossa.   

* * *

Embora exista piedade (no universo e natureza); O justo (assim como o injusto), eventualmente, é implacável (pois sempre cobra). Além disto, o humano e o divino convivem no ser.


sexta-feira, 24 de novembro de 2017

Esclarecendo - Questionar induz ao esclarecimento




QUESTIONANDO E ESCLARECENDO 

Por que os comunicadores deveriam estudar as leis? Por que os umbandistas deveriam estudar o espiritismo? Por que os cineastas deveriam estudar os ritos? Por que os músicos deveriam estudar poesia? Por que os autores deveriam entender os sincretismos? Ou a matemática só tem serventia às exatas e a língua às humanas?

O que tem a ver o amargo dos limões com o doce das limonadas?

Antes das gafes, instruir-se. Além das gafes, corrigir-se. Longe das gafes, esclarecer-se.

* * *

Por que deveríamos ler rótulos, manuais e bulas?

Que serventia tem, ao poeta, saber primeiros socorros?

Por que o homem pacífico aprenderia defesa pessoal?

* * *
Obs: Hoje sei fazer maionese.

 O (aparente) desconexo está ligado ao sentido.

Alimente-se no saber.


quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Sempre em frente


AO GUERREIRO

'To be a God's warrior is to persevere in the path of the virtues to the spirit'. Keep God in first.

AS PRELIMINARES 

Somar habilidades, conhecimentos, experiências e capital social, é inclusivo e inteligente. Inclusão é pôr o trabalhador no trabalho; O estudante na escola; O atleta na quadra; O médium na sessão; O pastor ao rebanho. O médico será melhor na cura; O padeiro, em fazer pão; O Mestre, em ensinar; O pesquisador, em pesquisar. 

O que faria, o mascate, quando nada tem preço? Por virtude, iria à cachaçaria beber Tody? Ao orar ao E.S., no subconsciente, ouvi: "Beba água". 

Juntos podemos (mais). Always ahead; Never give up.

quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Surreal


Vejo (mentalizo) o mundo como (visualizo) a chuva. Como a chuva que incorpora raio e trovão em nuvens carregadas d'água. Vejo (imagino) a chuva como as ondas que fluem no espaço tempo. Como a brisa e a brasa. Queimando como a água viva. Como o orvalho. Ou o sereno. Além dos olhos. Além das ondas. Além dos mares. Ao céu, vejo o mundo, como se estivesse a ver das estrelas.

ALÉM DAS PROFECIAS

Em tais terras; A si, guerreiro era ótimo cavalo. Espada era o seu apelido. Eu Sou é o Criador desta história.

A caneta era como a lâmina; Dois gumes, entre o bem e o mal; A guerra ou a paz; O justo e o injusto; O certo e o contrário (em ordens reversas).

Joio e trigo deveriam ser separados; Mas o caminho era pedregoso e a rosa trazia espinhos.

'Juntos saberíamos o que fazer' - Disse, a ovelha desgarrada, ao procurar, o mestre, no pastoreio.

Além das pedras; Além da areia; A chaleira chia.


terça-feira, 21 de novembro de 2017

Sobrenatural


O sobrenatural é a incógnita. Nada sabemos sobre o Sagrado. Ou, mais que nada. As forças que regem este mundo. E os infinitos mundos que povoam universos paralelos. O que dizer dos deuses astronautas? Anjos ou demônios? Júpiter ou Marte?

O espaço tempo reduz-se ao nada, diante o próprio infinito. Onde estamos? Para onde vamos? Que missão temos aqui? O que isto tem a ver com o sagrado sobrenatural? Santos? Orixás? Em que acreditamos? A quem (ou o que) 'credita-se' a guarda cósmica?

O átomo, como essência material, seria o menor dos deuses elementais? - (deuses em 'mundos' monoteístas?) - Quem (ou o que) somos? Além dos conhecimentos que possuímos sobre o ser. Eis as questões que norteiam a reflexão existencial, a existência dos planos espirituais (sobrenaturais) e o desconhecido a ser desbravado.