sábado, 31 de dezembro de 2016

Desafios


O desafio compreende em recriar-se continuamente. A maturidade vem como o tempo. Cada um tem o próprio. A questão compreende o questionamento quanto ao que desejamos. Quais as prioridadades? Que caminhos conhecemos na direção do que estipulamnos como objetivo? Que alternativas existem? Como evoluir é possível? Em que circunstâncias? Como adaptar o plano estratégico ao caminho? O que trazer pra frente? O que manter guardado? Como preencher o tempo?


sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

Juízo Final - Espiritualizando


JUÍZO FINAL 

“Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus...” – Jo 3.18.

João se refere a quem, em algum momento, deixou de cumprir os pedidos de Jesus quanto à piedade e a caridade (amor) ao semelhante. Assim como os pré-julgamentos aos pecados alheios.

Deste modo nenhum homem nesta terra é justo a ponto de não ter pecado. Portanto, evitemos julgamentos pessoais. Cuidemos a trave a nossa frente.

O Novo Testamento veio confirmar as leis do Antigo Testamento. Com uma única diferença. Quem crê em Cristo  (praticante da piedade divina) será salvo.

Contudo, haverá choro e ranger de dentes pelos quais deixaram de entrar no céu por não praticar a piedade.

Cristo andava com leprosos e prostitutas. Foi crucificado entre ladrões. No entanto, era implacável frente a quem deixou de praticar o amor ao semelhante. O amor é piedoso em sua essência. Oferece a outra face.

Quanto aos pré-julgamentos pessoais, disse:
"Jogue a primeira pedra quem não tiver pecado"

Quanto aos templos do Arquiteto (Deus), ressaltou:
"A casa do Pai é lugar de oração" (não de comércio).

Quanto aos covis, Salomão já dizia: 
"Filho meu, se os pecadores te quiserem seduzir, não consintas" Provérbios 1:10

(Se disserem: Vem conosco; embosquemo-nos para derramar sangue; espreitemos sem razão o inocente).

Salomão refere-se aos homens que reúnem-se para tramar (obter vantagens) contra os inocentes (aqueles que não sabem o que fazem, pois estão 'dormindo', quanto ao entendimento do pecado e do caminho).

"Porque o Filho do homem veio para salvar o que se havia perdido" Mateus 18:11.

Assim se cumpre o que está escrito.

Que assim seja

quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Regra; Ou Exceção


REGRA OU EXCEÇÃO 

Generalizar é um equívoco constante. Mesmo quando nem toda regra tem exceção. O fato é que cada um tem um posicionamento específico em relação a cada tema. 

A questão do álcool, por exemplo. Para alguns nada há de nocivo. Para outros, um mal a ser evitado. Encher o prato no restaurante é a alegria de muitos. Ou o fim da dieta de quem se cuida porque precisa. O equilíbrio, assim como o autocontrole e domínio próprio, é sempre a melhor escolha.

Na política e na religião também é assim. A regra básica é respeitar a liberdade de expressão. Cada um sabe no que acredita, o que defende, o que proporciona alegrias, estabilidade emocional ou bem estar. Ou seja. O que faz da própria vida. Neste sentido, a paz e a ordem se estabelecem, possibilitando o convívio pacífico.

JD'

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Singular


SINGULAR

Entre as trilhas
A selva, matas e dunas
Estrelas 

Testemunhas
Como a luz e o ar

Elementais
Deuses astronautas

Os Eus que habitam o Sou
Estados de espírito
Pensamento
Singular

terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Filosofando - Amor; Ordem; Progresso


PROSA

"Cabeças irão rolar" - Avisou o Lobo Branco.

"Ora, Ora. Do 'se' ao 'que'. Do 'qual' ao 'cal'" - Respondeu irmão da noite.

EMPUNHADA EM LUZ

Era apenas um teste. Muitos ouviram a conversa telepática sem serem notados. Ao sofrer as consequências, aprenderam a não mais conversar no escuro.

Ao aceitar aquele não, muitos sentiram-se justos. Salvo a guerra; Deusa empunhada em luz.

Das três divas, casei-me América, para salvar Europa da Ásia. África veio fazer o almoço. Antártica, gelando a água do poço, derreteu-se em alvoroço.

AO IMPÉRIO

Cap I

'A gente fabrica o que quiser. Além de camisas de algodão. Me empreste sua mulher, enquanto lhe mostro o vagão'. 

A cana estava cara. O açúcar, refinado. Da cabaça, fez-se a cuia. Do truco, o carteado.

Cap II

Isa recebeu uma estátua. 'Segure a tocha' - Lhes disseram.

Ao Redentor, braços abertos e 'mãos ao alto'. Como se viesse, ao abraço, pela revolução. 

'Eis o custo da liberdade'. Pelo triangular navio negreiro. Quando escravos valiam charutos e café.

Cap Zero 

Livres, nos encontramos na Redenção. 
Redentor estava lá, para tomar chimarão.
Salvador e salvação.

Ninguém entendeu nada; Como pede a missão.

'Eis-me aqui; Nesta encarnação'.


CAUSA OU CONSEQUÊNCIA?

'Ainda bem que a América veio ao Brasil. Pois o Brasil é na América. Enquanto, a América, é aqui' - Disse o gaúcho, sobre o Novo Mundo.

O continente estava sendo assaltado, enquanto os índios brigavam por colares, espelhos e apitos. 'Quem sabe a gente se ajuda' - Disse o espírito da terra.

CARTAS NA MESA

A china procurava, as cartas marcadas,  do oito ao nove. Bebendo limonada, a prenda lhe dizia: 'Contra flor é proibido' - Enquanto o baralho se move.

'Cavalo justo, quando toca ao contrário, ao machado, é cão. Julgando-se cão, nem rato lhe sobra' - Retrucou o imigrante - 'Hã, kã, Pã. Pense antes de medir; Pense antes de pesar; Caso deseje, a mesa, virar'.

'Pá; Pá; Pum. Dê-me o queijo e acabamos com isto' - Respondeu Sr Mouse USB ao Rei de Roma. Enquanto, na ratoeira, relinchavam.

AO AMOR

Triunfa a lei; Triunfa o justo; Triunfa à luz.

JD'

domingo, 25 de dezembro de 2016

São Borja - RS - Fotos







Cliques da Cidade de São Borja. Antiga Estação Férrea e Igreja Matriz. 



sábado, 24 de dezembro de 2016

Feliz Natal


Que nossos sonhos se realizem '!!'

Oferecimento prossumers.com

sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

Recriando-se


O PENSAMENTO SE RECRIA

Uma conduta que, 'teoricamente', defendo é a prática do hábito de 'não reclamar'. 

Óbvio que, da teoria à prática, há diferença. Reivindicar; Protestar; Manifestar o posicionamento; Longe do vandalismo; Pela democracia racional; Na interação social política dialógica. É hábito do espírito esclarecido.

Este mundo está cheio de 'vítimas' (Não seja mais uma). Planejar a jornada, antes de trilhar o caminho, nada garante. No entanto, a cada escolha, a benção à possibilidade do uso racional do arbítrio.

Homo Sapinens; Homo Socius; Homo Politicus; Homo Midiaticus; Heterogeneidade do pensar. Multipluralismos culturais. 

Que senti faço, nestas palavras?

Nem sempre estou com o lápis no bolso;
Nem sempre trago o celular 'carregado'.


Muitas ideias se esvaem nas lacunas do tempo. Guardo o que consigo registrar. O pensamento se recria.

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Reza




REZA

Destreza;
Proeza;
Nobreza


Proeza
Reza 


quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Guerreiro


O espírito guerreiro tem as fundações na honra, lealdade e disciplina. A perseverança nas batalhas, a estratégia e a inteligência. Ter um mapa pré-definido dos desafios. Avanços crononetrados. Treinamento constante, com foco na defesa de interesses e conquista de territórios.

JD'

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Contos de Paz


VISITA AO TERREIRO III 

Veio ao terreiro, conversar com os caboclos, o filho irreconhecível. Estava transfigurado. Sua cara inchada de lágrimas. Quando lhe perguntaram: "O que te traz aqui, grande irmão?"

"Axé" - Respondeu o filho de Deus, ao sentar-se na mesa do café, junto aos caboclos.

"Algo terrível. Meu coração de filho clama" - Completou.

Os caboclos o reconheceram como um grande pai. Extremamente forte; Embora estivesse destruído em seu coração de filho.

"Tenho uma sensação estranha. Como se algumas pessoas de parentesco próximo, tivessem oferecido (em loja imaginária) os pedidos dos anos anteriores, em troca de benefícios próprios. Esta casa (espiritual), que ligam aqui, é minha desde menino. Isto me incomoda. Me revolta. Me faz sentir o contrário da alegria natural" - Respondeu o filho, em voz de pai.

"Vejo justiça em teus olhos" - Respondeu um dos caboclos - "Mas algo me diz que não é isto que sente".

"Estou em guerra" - Respondeu o filho - "Justiça, sinto em quem me entende e me ajuda naquilo que priorizo" - Completou, incorporando o pai do espírito - "Justiça têm, os que me entendem e me ajudam quanto ao que batalho por direito".

Ao investigar o que estava acontecendo, descobriram que, desde que começaram a ligar, a casa (espiritual) do filho, na banda, o povo começou a ser assaltado. A sociedade a ser vingada. As indústrias a serem locadas em outros países. Havia uma ligação de fé muito forte. Uma ligação direta com Deus.

Os caboclos reconheceram no filho, já adulto, um irmão fortalecido pelas experiências da jornada. Ora pai; Ora filho, O irmão apresenta-se de formas distintas.

Em meio a conversa, os eguns e anjos dos familiares, também baixaram no terreiro. Em seguida, as pombas. Por fim, os anciãos do Axé.

"Nunca pedi os pedidos dos outros (secretos ou revelados), em troca dos próprios ganhos. Mas, se é verdade que isto existe, estou reivindicando agora" - Completou o filho, com o pai incorporado, em voz de irmão.

Se tratando dos empreendimentos anteriores, seria um apelo. Contudo, o filho explicitou: "Esqueçam o que aconteceu antes. Para mim, vale daqui pra frente"

"Quanto ao que aconteceu antes, ao investigar, o apelo cabe a vós. Estou em guerra" - Formalizou o filho, ao disponibilizar, por escrito, o pedido formal".

Ao sair do terreiro, outra entidade entrou. O espírito familiar se manifestou em revolta - "Por mim, acabaram as concessões e contratos com os demais. De hoje em diante, meu compromisso é exclusivo com o filho que veio falar-lhes nesta manhã".

Rompeu, também, os contratos com os templos e lojas que deveriam proteger, e auxiliar, o filho, por obrigação ao Grande Oriente. Inclusive, protegendo-o dos próprios familiares. Punindo-os, quando preciso.

"O vejo chorar; O vejo trabalhar; O vejo bater de porta em porta; O vejo produzir; O vejo dizer o que quer; O vejo pedir" - Testemunhou o espírito familiar.

"Seu trabalho vale dez vez o que recebe. Continuando, valerá mais ainda. Falo do trabalho espiritual, além dos trabalhos formais. Falo do trabalho que realiza no céu e na terra" - Explanou, o espírito familiar  - "Basta de sofrer pela alegria dos outros. Este filho, que acabou de sair, multiplica alegria em dias normais. No entanto, mostra-se ao contrário, quando testado, questionado ou cobrado por transgressões passadas".

O Caboclos, recebendo o espírito familiar, junto aos Exús, Eguns, Pombas, Velhos, Velhas e Santos, completaram, em uma só voz: "Terminado aqui, o contrato com tais famílias. Um ancestral indireto já havia pago o que continuam a cobrar dos filhos"

"Nem pedra angular; Nem ovelha desgarrada. Este é o filho que lembra de nós, desde criança, nas orações diárias" - Disse o espírito, ao comparar com os outros filhos (os quais, por décadas, esqueceram de agradecer o alimento antes das refeições).

Após o café, se despediu dos demais - "Me despeço de vocês, até que que isto se esclareça e se resolva" (Espírito Familiar).

*Contos de Paz 
*Psicografias do Imaginário 

pazdornelles.com

domingo, 18 de dezembro de 2016

Criptos III


QUANTO À PROFECIA

O menino, agora homem (pai e irmão), abriu-lhes uma única praga (bênção): 'Aqui, termino, e começo, a linha'.


PARA COMEÇAR, O AMOR BASTA

 
Inexiste confiança neste mundo. As pessoas estão voltadas aos interesses próprios. Comercializam, nem sabem o que, em troca de vantagens materiais. Somente quem coloca Deus sobre todas as coisas, respeita a ordem das comendas. Jamais deixaria alguém para trás ou ofereceria seus pedidos no mercado.

Desde Ben Hur, José do Egito e José de Arimatéia, até hoje. Irmãos vendem irmãos, ancestrais, santos e respectivos anjos (e nem sabiam disto). Uns tentando passar na frente dos outros. Priorizando as próprias encomendas frente aos semelhantes. Jamais acreditei nisto. Neste tipo de 'comércio'. Mesmo assim, alguns testes tem custo.

Aqui, para começar, o amor basta. "Eu me amo" - Disse o mestre.




CRIPTOS III - O subliminar das entre-linhas


Pensavam vender o próprio irmão. Contudo, tratava-se do que viam quando menino (e nem sabiam). Pediam de volta nos filhos e netos.

Contudo, o guri tornou-se homem, tornou-se pai e assumiu-se irmão. Abriu os trabalhos, desmanchando compras e vendas.

Dizendo - 'Hoje priorizo os próprios interesses' - 'Salvo Deus, o restante cobre a lista. Estamos aqui, a salvo de quem martela'.

Completando - 'Que esta gente bata as próprias coisas (posses ou interesses). Pois, ao mostrar em loja, ou negociar em banda, os interesses alheios, nada lhes restaria aos descendentes'.

A demora, à própria prioridade, lhe impôs entender deste modo.


sábado, 17 de dezembro de 2016

Sonhador


SONHADOR

Creio em um mundo em que exista igualdade verdadeira. Em que os protestos deixem de fazer sentido diante de uma revolução legítima. Em que as diferenças políticas, religiosas e ideológicas, sumam, diante da comunhão entre os povos. Sim, sou um sonhador. Alguém virá 'sonhar junto' e faremos acontecer.

quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Igreja Invisível


RELIGIÃO INVISÍVEL 

A igreja invisível está além do que se conhece. Refiro-me à crença particular, pessoal, na sociedade atual. Particularmente, cremos na experiência particular ao sagrado. 

Adotamos a Bíblia judaico cristã, assim como diversas culturas religiosas. Incluindo obras espíritas  (Livro dos Médiuns, Espíritos, etc.); o culto aos Orixás e entes da natureza.

Jesus, assumindo-se filho de Deus, apresentou-se singular. A Era Cristã é anterior ao que viemos nos tornando. Contudo, mantemos os ensinamentos do mestre. Somados ao contexto das civilizações atuais. 

A ciência,  a filosofia, a cultura e a arte. A política e leis humanas. A escola, a indústria e a tecnologia. Temos que considerar os saberes do mundo.

Há uma origem comum; À genética e à fé. Entretanto, assumimos o politeísmo monoteísta, ou monoteísmo politeísta, na atualidade. Em que deixou-se de orar, exclusivamente, a Deus (único).

Cremos que o espírito é obra do Verbo (Criatura semelhante ao Criador). Enquanto o ser é construção do espírito.

JD'

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Planejando; Organizando; Priorizando - P.O.P.


AO TEMPO

O tempo jamais espera o homem. O tempo, medido por referenciais, possibilita que organizemos a agenda de acordo com horários e atividades. O plano de metas se reformula, à medida que se estabelecem novos objetivos. Algumas atividades abrem espaço aos novos cronogramas; Outras, permanecem e intensificam-se. Acelerar; Desacelerar; Reacelerar. O ciclo contínuo da organização das novas prioridades, frente às velhas prioridades

RESILIÊNCIA - À orientação do tempo*

Como passo os dias?
Como passo as noites? O que faço do tempo? Que atividades preenchem o cronograma? Que atividades motivam e alegram? Que atividades impulsionam ao progresso? Que atividades tenho que priorizar? Que atividades posso eliminar? Que caminhos existem até onde devo ir? Que caminhos conciliar ao bem comum? Como posso me tornar uma pessoa melhor? O que posso melhorar? Questionamentos que motivam à resiliência. JD'

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Cosmos - Vida Inteligente


O mundo translada, em revoluções consecutivas. O universo se expande. Estrelas nascem. Planetas surgem. E aquela pergunta insiste: "Há vida inteligente no cosmos?" (Além do Sapiens). 'Cá pra nós, Sapiens Sapiens, nada sabem'*. 

'Óbvio, mais que nada. Vim das estrelas. Sou da terra. Vivo no céu'.

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Subliminar...


AO SUBLIMINAR

Sonhos, desejos, pesadelos ou devaneios. Loucuras que vive-se no caminho da construção racional à consciência. Atitude é o que faz o conhecimento, posto em prática, se tornar fortaleza do saber.

No mais...

Cruzo a sinaleira; Subo a rua na contra-mão; Dobro antes do semáforo; Fujo da fiscalização.

'Celular no volante é multa' - Disse, fiscal Corujão - 'Foges do pardal; Mas não foges do leão. Multa ao semáforo? Ou imposto à nação?'.

'Ninguém entendeu nada' - Retrucaram ir.'. lobo, ir.'. 'valo' e ir.'. cão, ao ler os dois parágrafos primeiros.

'Criptografia, caro leitor' - (conforme o editor)

'As cartas, vos serão postas' - Completa, um dos espíritos presentes. 

'Quanto aos testemunhos, nomeio ninguém sob meus pés e nenhum abaixo da lua' - Reivindicou Capitão do Mato, lendo a carta timbrada por Dom - 'São ordens do Imperador'. 

Bom, melhor beber um café e pensar a trama. 

sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Navegando - Missão; Desafios; Pedidos


ESQUADRAS SOB ESQUADROS

Os barcos, sobre os trilhos, carrilhados; A nave, em translação; O céu, em expansão; O mundo, em rotação. Zarpa, o trem secular 

ESCOLHAS

Na encruzilhada; Escolho 'quem quero ser'; Defino 'quem sou'.
Hábitos, posicionamentos, ideologías ou interações no mundo.

O que dominar?
O que racionalizar? 
O que expandir? 
O que eliminar?
O extrapolar?

"Templos às virtudes; Masmorras aos vícios".

PEDIDO 

Deus veio até mim, antes do meio dia. Como um pássaro e me disse: 'Sabes o que fazer. Tens uma missão. Terás que te libertar de alguns prazeres em prol dos melhores ganhos'.

Na hora, lembrei-me dos hábitos cotidianos. O que preservar; O que eliminar; O que racionalizar; O que dominar; O que extrapolar. 

CAMINHO

Água, ar e luz*

MISSÃO 

A pá de cal 
Sobre as mesas de bar

A pá de cal 
Sobre a fumaça nociva

A pá de cal;
O pingo de solda;
A pitada de sal

JD'

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Monoteísmo Politeísta


MONOTEÍSMO POLITEÍSTA ou POLITEÍSMO MONOTEÍSTA 
*Que mundo é este?

Vive-se um monoteísmo politeísta. (Na prática) O mundo deixou de ser monoteísta há bastante tempo. Aliás, me pergunto se um dia foi. 

Mesmo me julgando ('Eu Sou') monoteísta (porque 'Sou'), ao crer no Deus maior (único), englobo o grande grupo de cristãos que, eventualmente, se abastecem, da fé em múltiplas 'divindades'.

Divindades é como os gregos (egípcios, romanos, hindus, etc) chamavam os deuses. Hoje, em nosso tempo, chamam-se 'entidades' (santos, orixás, etc.).

"Deus basta" (é suficiente), diria, o monoteísta (legítimo), quanto à fé. O fato é que muitos se apegam aos mitos, crenças, ritos e referenciais diversos. Aos mártires, elementais, entes, ancestrais, anjos, demônios e diversas subjetividades do imaginário real.

Eis o politeísmo ('monoteísta') pós-moderno da Idade Mídia. Em que os santuários dividem espaço com salas de cinema.

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Idade Mídia


IDADE MÍDIA 

Idade Mídia é como chamo nosso tempo. Embora muitos ainda vivam no Paleolítico. O certo é que a cultura pós moderna comprova o resultado das interações. Interações construtivas da linguagem, das ciências e do saber.

O contemporâneo ainda é moderno. Embora engolido pelo pluralismo cosmopolita em que, a palavra 'moda', deixou de fazer sentido. Hoje, imperam estilos, tendências e posicionamentos.

convergência tecnológica ao espírito; Das interações ao saber; Do saber ao ser. 

ecossistema midiático virtual é universo paralelo ao mundo físico. Geo localizado e identificado; Ou anônimo e invisível; O web hacker interage e vigia.

O mundo tecnológico é absorvido pela noção conceitual do 'comércio'. Mercado consumidor; Produção, comércio e consumo.

Idade Mídia engloba o munto interativo dos meios midiáticos de comunicação. Desde o rádio, o telefone e a televisão analógica, à internet móvel. O Smartphone se torna ferramenta de trabalho, estudo e lazer.

O homem, como meio. Espécie em desenvolvimento tecnológico. Espírito dialogicamente conectado.


terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Midiático


RECRIAÇÃO COGNITIVA 

Recriar-se é exercício ao autoconhecimento e aprimoramento à consciência, virtudes e habilidades. Soa como programar-se; Cronogramar-se; Planejar-se; Conhecer-se; Ou Encontrar-se (a si próprio). 

Neste contexto, cabem as questões: 

O que está certo? 
Que atividades do cotidiano tenho que tocar para frente? 
O que posso fazer para melhorar (em cada atividade)? 
O que é mais importante? Prioritário (ou supérfluo)?
O que é base ao equilíbrio (motivacional)?

TECNOLOGIA ESPIRITUAL 

O espírito utiliza a técnica e a tecnologia para dominar o mundo ao redor. O próprio universo paralelo. O mundo subjetivo; Auto reflexivo; Inter dialógico; Ou intrapessoal.

O ecossistema tecnológico é semente e fruto ao desenvolvimento cognitivo, intelectual e linguístico, na Idade Mídia. Símbolos e simbologias. Linguagens e sociologias.

A tecnologia é espiritual, na origem. A ciência, também. 
O dom do esclarecimento, revela-se, à luz

JD' 

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Criptos


CRIPTOS II

O mundo, invadido por culturas múltiplas. O pensamento desafiando o tempo. O tempo, quilometrado, ao conotativo ou figurado. Além do contexto, há a magia. O vazio que preenche. Metafórico; Parabólico; Enigmático.

PRETO NO BRANCO

Ser poeta é tão desafiador em prosa quanto em verso. Em caractecres, é cinco sétimos ao profeta. O poeta dos versos em branco;  Do espaço vazio. Do espaço ao tempo. Sem licenças ou permissões.

Aliás; Licença; Pois me permito*

Abro o verso
Guardo o apito

Salto inverso
Ao universo;
Recito

sábado, 3 de dezembro de 2016

O Comunicador XLVIII


A Casa do Orixá



Ao visitar a casa de Oxalá, os Orixás receberam presentes.

À Iemanjá, deu-lhe um banho de mar.

À Oxum, água para beber.

À Iansã, a espada que dizia 'perseverar'.

À Obá, 'fortalecer'.

A Xangô, disse para entender, antes de agir.

A Ogum, caminhos diferentes, trilhar.

A Bará, se movimentar.

Ao todo, disse, Oxalá: 'O amor à criação e às criaturas. O amor ao amor, em cada criatura'.

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Eis que vos bato


À LEI 

Pague para entrar, reze pra sair.

- 'Um centavo é o que tenho. Isto é um assalto! Se, quem não tem, também, quer mais; Pra cá, a soma!' - Disse, Sancho.

EIS QUE VOS BATI ÀS PORTAS

Quando a guerra se estende por tempo demasiado, desvia-se o foco ao que tiver melhor retorno. Em tempos de paz, treinar para aprimorar-se; Em batalha, perseverar ao cotidiano.

Os territórios são desafiadores. Os obstáculos, mais ainda. Com o papel e a caneta, tracejo os primeiros atos.

Tanta coisa a construir neste mundo, que me forço a utilizar meu veto. De uma só vez. Até somar os valores. 

Para o bom entendedor, certa imagem fala por mil e meia palavras. Abro, aos quais vêm conosco

Vamos, indo.

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Mens Sana


"MENS SANA"

O gosto pela cultura e arte é dom (ou virtude) construída sobre a sintonia ou habilidade. A música, assim como a literatura, é prática comum aos espíritos intelectualizados.

O culto ao corpo; Alongamentos, forma ou resistência física; O tantra; O Kama sutra; Yoga; Ou defesa pessoal. A linguagem informática; A escala pentatônica; O soneto; O verso.

JD'