sexta-feira, 31 de julho de 2015

Eternamente .'.


Durante séculos, os homens tentam explicar-se como seres racionais. Cada um interpreta-se de forma distinta. Há um consenso em relação a quem somos. Cada doutrina vê de forma diferenciada. A ciência resume o homem, nas suas relação interativas, como animal, racional, mamífero, vertebrado e pluricelular; Mas, além da designação física da espécie, metafisicamente falando, somos o espírito em recriação constante; Trabalhando, interagindo, pesquisando, aprendendo, empreendendo, construindo, revolucionando e evoluindo, continuamente .'.

J.P.D.

quinta-feira, 30 de julho de 2015

Network .'.


Os grupos virtuais , em mídias sociais, criados na intenção da construção de amizades virtuais internacionais, possibilita a interação midiática com internautas dos cinco continentes. Estes grupos, em sites como Facebook e Google plus, funcionam como um link direto ao intercâmbio, através do compartilhamento de endereços de Whats App e Skype. Aproximando cidadãos conetados, na finalidade de manter a amizade virtual ou, até mesmo, iniciar estudos ou negócios colaborativos de interesse coletivo .'.

J.P.D.

quarta-feira, 29 de julho de 2015

Conhecer-se .'.


A questão identitária das subjetividades, que emergem do ser uno, singular e plural, nos colocam algumas questões essenciais ao entendimento existencial. Quem somos, de fato? Será que somos o que, ou quem, pensamos ser? Estamos perto de ser o que desejamos ou imaginamos? Que distância há entre o que somos, o que pensamos ser e o que desejamos ser? Será que sabemos o suficiente para ter uma noção emergente da essência? Será que nada sabemos? Ou, será que sabemos pouco mais que nada? O que precisamos saber? Para onde vamos? De onde viemos? O que fazemos aqui? De tempos em tempos, refaço tal reflexão: 'Conhece-te a ti mesmo' - Para que? Por que? Conhecer-se é entender; Entender é evoluir .'.

J.P.D.

terça-feira, 28 de julho de 2015

Parceria .'. Maturidade em relacionamentos conscientes .'.


Um relacionamento promissor emerge do entendimento, da parceria e da afinidades em comum, entre os interagentes. É preciso respeito mútuo além de sintonia. As decisões precisam ser tomadas em conjunto. Dialogando na hora de fazer escolhas. Regras precisam ser estabelecidas, defendendo os interesses e o espaço de cada um. Considerando que a parceria é conveniente quando os bons momentos se multiplicam no dia-a-dia .'. 

J.P.D.

segunda-feira, 27 de julho de 2015

Informação .'.


A informação tornou-se fonte de poder no mundo em vivemos. Existem múltiplas maneiras de construir, compartilhar e consumir, conhecimento. Necessário às tomadas de decisões eficientes. A conexão onipresente proporcionada pela tecnologia, coloca em interação constante, os diferentes pontos geográficos do planeta. Unindo a sociedade em prol do desenvolvimento social, cultural e político, planetário. Das estradas dos antigos impérios aos meios de comunicação de massa pós-modernos. Dos correios e telégrafos à telepatia ubíqua biotecnológica .'.

J.P.D.

domingo, 26 de julho de 2015

Singularidades .'. Em equipe .'.


Trabalhar em equipe requer mais do que organização e sintonia. Requer entender que dentro da coletividade, existem diferentes subjetividades. As individualidades, por vezes singulares, precisam da bom relacionamento, em primeiro plano. Uma equipe bem sucedida, costuma ter uma tática pré definida. Para que exista êxito coletivo efetivo, as estratégias precisam ser previamente combinadas. Entendendo que cada peça do tabuleiro move-se de forma única .'.

J.P.D.

sábado, 25 de julho de 2015

Socializando .'.


Libertar-se de vícios, e hábitos destrutivos, requer mudanças drásticas de atitude. O consumo compulsivo de substâncias químicas compromete o equilíbrio físico, mental, emocional, psicológico e espiritual. Diferentemente do consumo social e moderado, o vício, assim como a compulsão obsessiva, é notado quando o adicto sente a falta de sua droga de preferência; Ou consome em demasia. Seja o álcool, o tabaco, a cannabis ou os derivados da coca .'.

Da mesma forma que o consumo de cafeína, açúcar, sal, carbo-hidrato ou proteína animal, o hábito de beber, por exemplo, merece atenção. Pois, nos casos de dependência química, principalmente, quando afeta a estabilidade emocional e, respectivamente, as atividades cotidianas, se converte em algo oposto à socialização. Sendo, a libertação do consumo, o resgate da marginalização. Iniciando um processo de inclusão do adicto em recuperação, como cidadão, no mundo das oportunidades de crescimento .'.

Existem hábitos, ambientes e companhias, que influenciam atitudes distintas. Em uma academia de musculação, por exemplo, é mais comum ouvir falar de reeducação alimentar, e qualidade de vida, do que em uma mesa de bar. De outro modo, em uma mesa de bar, é mais fácil deparar-se com o tráfico de drogas do que em um ambiente de trabalho ou estudo. Em resumo: Comportamentos, assim como ambientes e companhias, saudáveis e construtivos, induzem a caminhos saudáveis e construtivos. Enquanto, o contrário, ocorre de modo semelhante .'. 

J.P.D.

sexta-feira, 24 de julho de 2015

Telemáticos .'.


As mídias sociais tornaram-se fonte de informação e ponto de encontro de tribos diversas. Grupos temáticos de interesses em comum. A interação constante possibilita que as comunidades temáticas se reúnam em fóruns de discussão para debater assuntos ligados aos temas que as movem. Solucionando questões locais e compartilhando soluções globais .'. 

As redes telemáticas no ciberespaço, ganham, cada vez mais, espaço, mercado público, frente aos meios analógicos e impressos comunicação de massa. Com enfoque aos dispositivos móveis e na ubiquidade onipresente .'. 

Neste contexto, emergem as questões filosóficas, antropológicas e sócio-políticas, a respeito do uso racional dos meios, da liberdade de expressão à regulação dos acessos e compartilhamentos. Questões essenciais da era digital .'. 

J.P.D. 

quinta-feira, 23 de julho de 2015

Unidade .'. Singular .'. Cosmo Pensante .'.



O plano espiritual engloba dimensões múltiplas que chamamos de universos paralelos. Em tais dimensões, dialogam  as forças do bem e do mal. Cada espírito é disputado em batalhas cotidianas. Cabe ao espírito discernir e escolher o caminho que melhor se adapta as respectivas intenções evolutivas. A transcendência do ser requer focar naquilo que acrescenta. Os homens conectam-se com o plano metafísico através das sensibilidades. Somos um receptáculo sensorial múltiplo. Capazes de apreender com o cosmos, as estrelas e a natureza. Em unidade, comungamos pensamentos distintos, por vezes opostos ou semelhantes, em unidade singular cosmo pensante .'. 

J.P.D.

quarta-feira, 22 de julho de 2015

Combustível .'. Que nos move .'.


O planejamento estratégico é essencial ao âmbito pessoal e profissional. Seja na hora de fazer uma reeducação alimentar, construir um treino de academia, organizar a agenda de clientes, gerenciar o orçamento dos investimentos, ou na hora hora de definir um norte à carreira. É interessante ressaltar que, em cada um destes campos de desbravamento, é primordial que tenhamos um combustível a nos mover. Sejam os resultados obtidos ou o próprio caminho de construção; Sejam os ganhos desejados ou a própria batalha cotidiana. Em resumo: Se torna essencial, focar nos que nos move, para inspirar-se e motivar-se .'.

J.P.D.

terça-feira, 21 de julho de 2015

Sustentáculo Espiritual .'.


O sustentáculo espiritual está além do alimento físico. O espírito se alimenta das memórias, das crenças, dos desejos e dos sacrifícios; Das escolhas e das renúncias; Da aprendizagem e dos saberes; Dos vícios e das virtudes; Do pecado e da santidade; Dos tropeços e dos acertos. Há uma dualidade que precisa ser trabalhada e convertida em singular unidade. A existência é um laboratório definitivo da transcendência metafísica das subjetividades imersas na essência em transformação constante .'.

Assim .'. (Livre de vírgulas em demasia)

J.P.D.

segunda-feira, 20 de julho de 2015

Guerreiro .'. Honra na batalha .'.


Só há um modo de sabermos se somos capazes de vencer o bom combate e chegar aonde estamos indo: Continuar lutando em tal direção .'.

Conforme o BagavaD Gita, O guerreiro que mantém-se no propósito revelado pelo poder superior; Ou constrói um império na terra; Ou conquista um reino no céu .'.

O objetivo da existência é o reino espiritual .'.

A paz de espírito é essencial à felicidade e possível quando estamos cientes de que as escolhas que fazemos são as certas .'.

Neste sentido; Persevere na jornada .'.

J.P.D.

domingo, 19 de julho de 2015

Games em rede .'.


Os games interativos em rede, emergem como novos canais de interação. Continuando o processo evolutivo da imagem em movimento, e das mídias sociais no ciberespaço, como representações simbólicas e meios interativos. Criando oportunidades profissionais, mercadológicas, educativas e relacionais. O universo dos jogos digitais é uma forma de representação da realidade. Expandindo o network interativo e as possibilidades de aprendizagem .'.

J.P.D.

sábado, 18 de julho de 2015

Obstáculos .'.


Os obstáculos do caminho, são oportunidades de superação e, consequente, crescimento. Somos testados, a todo momento, quanto à serenidade e ao equilíbrio emocional. O plano espiritual é um universo transcendente ao plano físico. Porém, se confunde, em parte, com o material. As provações vêm na hora certa. Para que respondamos ao cosmos, e à natureza, aquilo que desejam que digamos. Somos cobrados, ou gratificados, sempre que postos frente aos desafios. Neste contexto, é importante refletir bastante, nos desertos do trajeto, para ter a resposta certa, ou o silêncio momentâneo, na ponta da língua .'.

J.P.D.

sexta-feira, 17 de julho de 2015

Configurando .'.


Uma nação, se quiser crescer, precisa investir em formação, conhecimento e informação. Além de infraestrutura, industrialização e sustentabilidade. O progresso da coletividade é o reflexo dos avanços dos indivíduos. Instruir-se é o primeiro passo para quem deseja evoluir. Aplicar os sabres em ações profissionais é o que transforma a sociedade e o mundo como um todo. Precisamos entender as línguas da pós-modernidade. Incluindo as linguagens de programação informática. Mais do que programar, criar os próprios softwares e sistemas operacionais; Precisamos configurar a própria linguagem. Apesar de novos, como seres tecnológicos, nos aproximamos, cada vez mais, do pós humanismo biotecnológico .'. 

J.P.D.

quinta-feira, 16 de julho de 2015

Diálogos.'.



Os meios de comunicação possibilitam a mobilização coletiva em massa. Grupos de interesse se reúnem em tribos virtuais para solucionar questões essenciais ao desenvolvimento. Networks inteligentes elaborados em torno de expectativas. Principalmente, à solução de problemas antigos e demandas urgentes. Neste campo a ser desbravado, encontramos casos de superação e caminhos alternativos, abertos por entre as selvas do novo mundo .'. 

A política, a antropologia, a psicologia, a filosofia, a religião, a cultura e a arte; As ciências humanas e exatas; O ecossistema sustentável e o sobrenatural transcendente; As curas físicas, emocionais e espirituais; Os contrastes sociais; As diferenças ideológicas, políticas e culturais; O que é histórico e o que é recente; O que é geográfico e o que transcende fronteiras .'. 

Seja qual for o tema, a rede se tornou palco de discussões importantes. O abordo, as drogas, a sexualidade, a criminalidade, a maioridade, a religiosidade e as ideologias diversas. As preferências, a moda, o gosto e os hábitos. As heterogeneidades, as pluralidades, as particularidades, as individualidades, as singularidades, as subjetividades e identidades. Estamos aqui para dialogar, debater e evoluir .'.

J.P.D. 

quarta-feira, 15 de julho de 2015

Mestre .'.


O Mestre estava deitado, debaixo de uma árvore, lendo um livro. O peregrino perguntou-lhe: "O que faz descansando sob o sol das quinze horas?"

O Mestre respondeu: "Estou trabalhando"

- "Mas ler, deitado na grama, é trabalhar?' - Questionou o peregrino.

- ''A um etnógrafo, antropólogo, pesquisador, pensador, intelectual, cronista e produtor literário, sim".

- "Lembre-se de movimentar-se" - Completou o peregrino.

- "Faço isso, em partes, várias vezes ao dia" - Respondeu o Mestre - "Inclusive quando muitos sentam para almoçar ou olhar televisão"; "Quando deitam para dormir, estarei redigindo as observações do dia".

*Em um diálogo intrapessoal; Mestre e peregrino, são estados de espírito do Mago, em sua jornada de autoconhecimento .'.

J.P.D.

terça-feira, 14 de julho de 2015

Mudanças .'.


O processo evolutivo impõe a necessidade de mudanças de comportamento, amadurecimento ideológico e de atitude. Evoluir é mudar pra melhor. Neste campo de confrontos, existem frentes de avanço. Pessoal, profissional, material, intelectual, físico, emocional e espiritual; Individual ou coletivo. Seja qual for a frente, avançar se torna possível quando nos aprimoramos, qualitativamente ou quantitativamente .'.

O indivíduo, focado no caminho progressista, determina que frentes irá explorar. Estuda para obter conhecimento, graduar-se e garimpar o melhor lugar no mercado; Trabalha para ser reconhecido e recompensado materialmente; Vai à academia para melhorar a forma física e o condicionamento; Ora para sentir-se em contato dialógico com o respectivo poder superior; Cuida da alimentação para ter melhor qualidade de vida; Cuida das finanças para obter o melhor proveito de cada recurso; Trata bem as pessoas para ser bem quisto; E assim sucessivamente .'.

As companhias, e os ciclos de amizade, influenciam nestas mudanças. Dependendo dos lugares e pessoas que escolhermos compartilhar o tempo, somos influenciados de formas distintas. O público que encontramos na academia é diferente do público que encontramos em mesas de bar; Os adultos que estão no shopping ou no parque, durante o dia, focam objetivos distintos de quem esta trabalhando no mesmo momento. O fato é que as companhias, hábitos e lugares, influenciam o comportamento .'.

Águias são águias; Diferentes de galinhas. Porém, uma águia criada no meio de galinhas, tende a agir como tais; Um atleta que abusa da boemia, tende a comprometer o respectivo treino; Um trabalhador matutino, que tende a dormir tarde, sacrificará parte de sua atenção, motivação e concentração no trabalho. Entretanto, o oposto é reciproco. O atleta que evita a noite, e o trabalhador diurno que dorme cedo, tendem a ter melhor disposição na hora de enfrentar a batalha .'.

A relação das escolhas, dos hábitos e das companhias, está interligado à influência que o indivíduo recebe do ambiente do qual participa. Atletas amadores, de academia, tendem a conversar sobre assuntos mais saudáveis do que jovens que saem à noite para beber ou encontram-se no parque para puxar fumo. É óbvio que muitos indivíduos tendem a procurar um meio termo. No entanto, são condicionados a escolher, durante a jornada. Torna-se difícil, ou quase impossível, servir dois senhores ao mesmo tempo. Ou se é maratonista ou se é fumante. Ou se é trabalhador diurno ou se dorme até o meio dia; É preciso fazer escolhas através de tomadas de decisão. Em vez de morno; Ou se é quente; Ou se é frio .'.

Nem todo mundo pensa igual. Contudo, pensar diferente tem seus riscos. O que é mudar pra melhor, para alguns, é distinto de mudar pra melhor, na visão de outros. A mudança nem sempre é visível. Posso olhar para uma pessoa que malha há dez meses, observar sua silhueta, e dizer que nada mudou. A mesma pessoa terá uma ideia distinta de resultado. Poderá dizer que vem melhorando a motivação, o equilíbrio e a resistência. Que são melhoramentos, invisíveis a quem olha apenas a forma física .'.

O certo é que, tudo o que se torna hábito, tende a trazer resultados a curto, médio e longo prazo. Como uma bola de neve. Como um livro de pensamentos, com dezenas de páginas, escrito a partir da postagem cotidiana de tweets de cento e quarenta caracteres; Como uma estrada aberta metro-a-metro; Como uma escalada profissional; Como a busca pelo conhecimento; Ou, até mesmo, o contato sobrenatural com os astros e o ecossistema .'.


J.P.D.

segunda-feira, 13 de julho de 2015

Limonadas .'.


A alquimia da transformação do ser implica a preservação da essência. As memórias mais íntimas daquilo que nos serve como base. O que nos torna quem somos, além do que possuímos, fazemos ou sabemos fazer, é o modo como assimilamos as pessoas, a natureza e o cosmos. Como interagimos conosco; Como lidamos com os opostos (externa ou internamente); Em contextos de semelhança; Entre a igualdade e as diferenças. Como trazemos em nós, na gente, desde sempre, aquilo que muitos deixam, ou buscam, em lugares e tempos distantes. Como transformamos os desafios em oportunidades de superação; As derrotas, em conquistas; As fraquezas, em forças extraordinárias; As tristezas, em alegrias transcendentais; O amargo, em néctar .'.

J.P.D.

domingo, 12 de julho de 2015

Vim encontrar-me .'.


VIM ENCONTRAR-ME  .'.
Da série Contos de Paz . . .

Durante a madrugada, sonhei que procurava encontrar-me, em uma floresta, em meio a rochedos e pântanos. Fazendo-me as perguntas básicas: 'Onde estou?'; 'O que faço aqui?'; 'Quem sou?'.

No caminho, encontrei três sacerdotes do clero católico. O primeiro estava vestido de branco e vermelho. Como um Arcebispo. Apresentou-se, com um cavaleiro montado, a pé. Perguntei-lhe onde estava e recebi a resposta: 'Você veio encontrar-se'.

Após aquele momento, senti-me como um cavalo montado sobre o próprio orgulho. O orgulho me fez esquecer, por um momento, a essência de filho do único pai. Aquele que precede os homens. Então derrubei-me e levantei-me, desprovido do orgulho.

Continuando em frente, encontrei um segundo sacerdote. Vestido como um Cardeal. De preto e vermelho. Estava pisando sobre os próprios demônios. Ao mesmo tempo que comungava com eles. Perguntei-lhe o que fazer, naquele episódio, e recebi a resposta: 'Você veio encontrar-se'

Após tal interação, senti os instintos animais da terra. Os demônios disputando o caminho. Os anjos, ao redor, no aguardo de um apelo. Mantendo a prudência, busquei entender como procedia cada um.

Continuando o caminho, encontrei o terceiro sacerdote. Na verdade, o primeiro transformado. Havia incorporado as habilidades do segundo. Que era o primeiro, mudado. Mostrando-se de modos distintos. Ora em pé sobre o próprio orgulho; Ora, a pé, montado sobre ninguém e si mesmo. Ora, carregando os pecados nas costas.

Perguntei-lhe quem sou e recebi a resposta: 'Você veio encontrar-se'.

Consegui encontrar-me na luz de um clarão em meio a floresta. Deparei-me com uma mesa. Haviam vinte anciãos sentados a minha esquerda e uma cadeira à direita. Perguntei aos anciãos porque a cadeira impar, estava vazia e recebi a resposta: 'Você veio encontrar-se'.

J.P.D.

sábado, 11 de julho de 2015

Equilíbrio .'.



O mago é capaz de mediar o diálogo entre o cosmos e a natureza. Trabalhando os elementos como o alquimista da própria realidade. Transformando o ser através de mudanças de atitude. Construindo o próprio caminho e trilhando-o. Reforçando escolhas, e posicionamentos, quando, redundante e perseverante. O foco no que acreditamos é fundamental à legitimação de um caminho próprio. Registrar o pensamento cotidiano, sobre tais considerações, transcende o exercício de comunicação. É autoconhecimento motivacional de encontro ao equilíbrio .'.

J.P.D.

sexta-feira, 10 de julho de 2015

FISL 16 .'.


Vem sendo debatido, no 16º Fórum Software Livre, a importância da programação colaborativa na criação e aperfeiçoamento de softwares (programas, utilitários e aplicativos). Programar se torna uma nova forma de expressão em tempos de cibercultura. Possibilitar que os internautas contribuam na construção de tecnologias de informação de qualidade. Extrapolando os limites impostos pelas grandes empresas de software. Inserindo os jovens programadores no panorama da informatização alternativa. Disponibilizando softwares de qualidade, com possibilidades de melhoramentos cooperativos contínuos. O software livre é o caminho à libertação da dependência dos carteis da programação .'. 

J.P.D.


quinta-feira, 9 de julho de 2015

Novo literata .'.



Ouvimos, com frequência, que o novo é uma mera recriação do que o precede. Contudo, discordo, em parte, de tal colocação genérica. Mesmo livre de fundamentações, me atrevo a dizer que novo é, exclusivamente, aquilo que transcende comparações. 

Ok; Contradizendo a colocação anterior, vamos entender o novo como uma recriação de seus ancestrais diretos, indiretos e remotos. Até porque a 'roda' surgiu do polimento de uma pedra. Do mesmo modo que a escultura. Ou, mesmo, a consciência a partir das vivências e experiências cotidianas.

Extrapolando, superficialmente, o generalismo, me detenho a falar da arte. O novo cinema; a nova televisão; O novo rádio; A nova web; A nova literatura. Isso mesmo; A nova literatura é uma fuga da forma clássica. Sobretudo no que se refere à poesia. Dos sonetos ao verso livre,

A prosa poética; A crônica abstrata; A filosófica científica; A narrativa imaginária; Os monólogos ou diálogos intrapessoais. Afinal; Qual a diferença entre monólogos e diálogos intrapessoais? Seria o monólogo uma representação personificada na fala? Enquanto o diálogo intrapessoal é uma forma cosmo pensante de dialogar intrinsecamente entre ângulos ideológicos distintos?

O fato é que noto na nova literatura, a presença de variantes distintas do modelo clássico do lead da notícia jornalistica ou da redação clássica (com início, meio e fim). O que noto, é um novo modelo de texto. Com  frases desconexas quando lidas separadamente. Porém, interligadas, se consideradas no contexto geral do texto. 

Mesmo sendo, ortograficamente, confuso, notamos a supressão de pontuação no que chamo de nova literatura.  Frases interdependentes; Descontínuas; E complementares, ao mesmo tempo.

O formato textual é encontrado nos blogs da internet; Nas narrativas virtuais; Nos textos de mídias sociais; Ou na poesia contemporânea. O novo literata cria a partir de si mesmo; Extrapolando métodos, formatos e técnicas. 

J.P.D.

quarta-feira, 8 de julho de 2015

Jornada .'.


Saber o que queremos é o primeiro passo para conquistar objetivos. Um plano de metas precisa ser configurado estrategicamente com frentes de avanço. Como uma escalada, degrau a degrau, passo a passo. Listar os pequenos sonhos que compõem o sonho grande. Nos estudos, no trabalho, na carreira profissional, nos relacionamentos, no conhecimento, na espiritualidade, Etc .'.

Imagine a obra de um escritor, uma carreira política, militar ou profissional. Existem  metas a curto, médio e longo prazo. Dizer  que sua meta é escrever um livro, começar a malhar, largar o cigarro, largar a bebida ou libertar-se da boemia da noite, por exemplo, implica entender a batalha é contínua. Metro a metro; Verso a verso; Dia a dia .'.

O homem prudente, e determinado, lista a respectiva estratégia, e frentes de avanço, antes mesmo de iniciar a empreitada dos objetivos: Meta a meta; Sonho a sonho. Avançar um metro, um dia ou um degrau, reforça lembrar que a maratona é composta pela soma dos metros e, a escalada, pela soma dos degraus. Assim, será necessário continuar sonhando e realizando cotidianamente. De acordo com as estratégias definidas desde antes da jornada .'.

J.P.D.

terça-feira, 7 de julho de 2015

Software Livre .'.


Software Livre:  Permite-se alterações no código, pelos usuários-programadores. Independente de permissão do criador do software. (controle na própria computação e cooperação livre).

* Os usuários são livres para executar, copiar, distribuir, estudar, mudar e melhorar o software.

Open Source: Liberdade de controle sobre o software para cooperar ativamente com os usuários e desenvolvedores  (código fonte disponível).

A diferença sutil está no discurso e no público-alvo.
Nem todo software de código aberto pode ser considerado um software livre.
Pois, além da disponibilidade do código, a cultura do software livre inclui a liberdade de  distribuição, modificação e comercialização.



segunda-feira, 6 de julho de 2015

Autoconhecimento .'. E Narrativas Virtuais .'.


As narrativas virtuais são uma forma de exteriorizar o diálogo intrapessoal. Além de ser um meio de compartilhamento do modo como notamos e interagimos com o cotidiano, é uma via de diálogo com o mundo e a sociedade. O interessante é que descobrimos, em tais exercícios dialógicos, uma ferramenta para dialogar consigo mesmo. Olhar para si, com o olhar transformado. Observar as mudanças ideológicas, de pensamento e ação. Adaptar-se ao espaço tempo, e evoluir em meio as batalhas, pra vencer desafios .'.

J.P.D.

domingo, 5 de julho de 2015

Acelerar .'.


Os desafios cotidianos impõe reflexões necessárias à reformulação dos planos de metas. Mesmo quando dependemos, majoritariamente, dos próprios esforços, precisamos, também, da contribuição das pessoas que conectamos ao ciclo interativo em que atuamos e da sociedade em geral. A via do desenvolvimento é estreita. Para que haja fluxo é preciso que o transito flua. Prioritariamente, a quem está tentando se locomover há mais tempo ou com número superior de tentativas. Avançar requer acelerar o movimento evolutivo individual para que consigamos facilitar o progresso social .'.

J.P.D.

sábado, 4 de julho de 2015

sexta-feira, 3 de julho de 2015

Alimentando-me .'.


Miro uma escadaria; Estando nos primeiros degraus; Foco o topo. Me vejo subir e descer. (simultaneamente). O cálice esvazia-se da loucura para abrir espaço à sobriedade da consciência racional. Por que dizer 'Bom dia' a toda hora (?); Quando muitos parcelam os turnos. Há luz na escuridão (!); Há luz viajando ao vácuo (!); Há luz cortando o ar (!). Nenhum peixe prendendo a respiração debaixo d'água (?). Melhor são as palavras suaves, e motivacionais, que o inverso a isso. Melhor ser nós conosco do que uns 'livres' dos outros. Pois há um tanto do que somos, em cada um. Tão iguais (?); Tão diferentes (?); Nem iguais (?); Nem diferentes (?); (Semelhantes). 'Melhor alimentar-mo-nos'. Aconselha o Cão do Bem .'.

J.P.D.

quinta-feira, 2 de julho de 2015

Sucesso .'.


A noção de sucesso varia em cada ponto de vista. Geralmente, está associada ao âmbito profissional. O avanço nos estudos e na profissão. Contudo, o entendimento de sucesso se expande a áreas diversas. Desde os relacionamentos amorosos ao condicionamento físico. Às vezes, vinculado ao desenvolvimento espiritual; À uma cura física ou emocional; Ao modo como notamos o mundo; À capacidade de sentir a grandiosidade do ser desde as coisas mais simples. Tornar-se melhor em algo. Libertar-se de amarras e hábitos destrutivos. Sentir-se bem em tempo integral. O certo é que cada um sabe o que lhe inspira e motiva; O que lhe alegra e dá vida; O que realmente tem valor .'.

J.P.D.

quarta-feira, 1 de julho de 2015

Artes Marciais .'.


A atividade física anda junto da filosofia na formação cultural de um povo. O esporte é instrumento de preparação do corpo e do espírito, desde as civilizações ancestrais. Da Grécia antiga aos povos pré-colombianos nas Américas. Dos jogos olímpicos às maratonas e lutas tribais. Principalmente as artes marciais; Que, em alguns países, se tornaram reconhecidas como pontos de cultura. Sendo incluídas no treinamento militar como desportos de combate e defesa pessoal .'.

Neste sentido, o Judô se tornou oficial no Japão no séc XIX. País que também originou o Karatê; Derivado artes ancestrais da China. O Kung Fu originou-se na Mongólia e espalhou-se pelo território chinês, onde derivou mais de trezentos estilos diferentes. O Muay Thai surgiu na Tailândia. O Jiu Jitsu, foi trazido da Índia ao Brasil; Onde foi aperfeiçoado. No Brasil surgiu a capoeira; Que é uma mistura de dança, defesa pessoal e luta; Enfatizando a cultura afro-brasileira; Sobretudo, a luta pela libertação dos escravos .'. 

A diferença principal das artes marciais à violência das brigas de rua é que a arte marcial é um esporte 'pacífico'. Há uma filosofia de respeito e disciplina. Cultura do equilíbrio das emoções. Auxiliando na inclusão social e no desenvolvimento cognitivo. Uma vez que estimula os reflexos dos sentidos e do pensamento. No que os gregos chamavam de 'mente sã em corpo são'. Expandindo-se, principalmente, aos domínios do espírito .'.

J.P.D.