quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Motivador

 
O mercado da autoajuda cresce vertiginosamente uma vez que a sociedade está sedenta por exemplos de superação. Caminhos alternativos e fórmulas mágicas criadas com a finalidade de construir soluções inteligentes. O exemplo motivacional, quando promovido, estimula os coletivos com os quais interage. O homem correto merece posição de destaque. Quando valorizamos o caminho promissor, iniciamos um movimento de defesa do modo racional de viver. São o frutos da colheita que nos impulsionam ao cultivo. Plantar coisas boas se torna mais interessante quando colhemos algo bom.  Seja no domínio próprio dos instintos animais; No reconhecimento do que é correto; Na pontualidade e na presença dos compromissos profissionais; No esforço cotidiano em contribuir no progresso social; E, principalmente, no respeito a integridade física e moral dos semelhantes. Neste sentido, constrói-se o ambiente evolutivo.
 
J.P.D.

terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Pensadores - Do terceiro milênio

 
Com a revolução industrial, as fábricas racionalizaram medidas que revolucionaram a produção de bens de consumo. Ações que originaram uma corrente de mudanças graduais com o tempo. A divisão de tarefas em linhas de montagem; O trabalho cronometrado; A terceirização de serviços; Os prêmios por produtividade; As diferentes formas de controle de qualidade; A evolução das leis trabalhistas; A segurança do trabalho; A valorização do capital social dos recursos humanos; A produção colaborativa; etc. Ações determinantes na recriação das relações sociais.
 
A evolução societária é diretamente proporcional aos mecanismos utilizados na produção de riqueza. Influenciada pelos dogmas religiosos e pelo sistema de governo. Dos feudos aos burgos; Das tribos às metrópoles e distritos industriais. O capitalismo emerge como modo dominante. Revitalizando a lei do mais forte em um mundo onde conhecimento é poder. Ao mesmo tempo que ter boas conexões é fator diferencial. Vivemos em uma sociedade em rede. Um ecossistema biotecnológico onde emergem as formas artificiais de inteligência.
 
Enquanto nos esforçamos na tentativa de trabalhar em prol da coletividade, o individualismo se torna evidente nas disputas ideológicas. Impulsionado pelo isolamento presencial (causado pelo crescimento proporcional das interações mediadas). Neste sistema, em meio à heterogeneidade de um ambiente plural e cosmopolita, ainda existem ideologias dominantes e unilaterais conduzindo a massa passiva de formigas operárias. Apesar de saber disso, a maioria hesita em contestar os conceitos superados de tempos remotos em nome da obediência hierárquica.
 
Apesar de tal realidade ser fato, o ciberespaço proporciona a possibilidade de construção de novos conceitos; Da revelação de novos caminhos; Da defesa de visões distintas em relação a temas importantes e determinantes no desenvolvimento coletivo e individual. Independente da formação, internautas  (pensadores do cotidiano, cronistas, críticos, autobiográficos, narradores, opiniáticos, estudiosos autodidatas e formadores de opinião) registram, nas mídias sociais, o manifesto de um novo tempo.
 
A convergência midiática, impulsionada pelos meios tecnológicos ubíquos de comunicação, aliada à conectividade, à interatividade, ao saber coletivo virtualmente compartilhado, nos conduzem ao império emergente dos prossumidores. Em um universo em que a iniciativa, a produtividade, a capacidade de produção de conteúdo alternativo, próprio e independente (livre de padrões pré-formatados e ideologias unilaterais) se torna o grande diferencial a quem tem a ousadia e a coragem de fazer os contrapontos necessários.
 
J.P.D.

segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Promissor


O caminho promissor baseia-se nos possíveis ganhos em trilhá-lo. A legitimação de um caso de superação ocorre quando há transformação da realidade. As transformações ocorrem como consequências diretas das mudanças de atitude. A aprendizagem, o domínio próprio e a libertação constituem estágios cíclicos da jornada evolutiva. Fazer escolhas implica priorizar certos modos de pensar, sentir e agir. Neste contexto, construímos o network de relacionamentos pessoais, profissionais e amorosos. Quando escolhemos uma pessoa, uma religião ou uma empresa, estamos atestando o apreço pela filosofia que escolhemos. Hábitos, crenças e valores precisam ser considerados em primeiro plano. Quando há afinidade, há desenvolvimento.
 
J.P.D.

domingo, 28 de dezembro de 2014

Freelance - Produção Colaborativa

 
Maiores Informações
 
Whats App: (51) 8543-3884
Skype: pazdornelles

sábado, 27 de dezembro de 2014

Subconsciente - Transmutando o Metafísico


O cosmos reproduz-se no mundo atual.  Onde interagimos através dos códigos de linguagem. É a simbologia que permite intercambiar informações, registrar a história dos povos e propagar conhecimentos. O poder simbólico das línguas transcende o significado natural das palavras. As terminologias movimentam o imaginário além do significante perceptível. Na magia da semiótica, uma expressão possui denotação própria, ao mesmo tempo que a conotação poética extrapola a significância epistemológica. Originando formas sublimes de decodificação do sentido ontológico dos entes físicos e do plano metafísico. O subconsciente induzido pela criptografia linguística simbólica orbita ao redor (ao mesmo tempo em que coexiste no âmago) da imaginação. Os universos (real, virtual e ficcional) compõem o encontro do que somos capazes de compreender e imaginar com os enigmas do infinito transcendente.
 
J.P.D.

sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

Legítimo


Legitimar significa tornar legítimo perante a razão. Legítimo é o que transcende todo e qualquer tipo de contestação. Atestado pela lei ou assegurado pela prática. Assim, nos tornamos quem somos de acordo com as ações que realizamos. Seja no âmbito pessoal ou profissional. No plano espiritual, do céu e da terra, a legitimação extrapola os atestados fornecidos pelas instituições do mundo físico. Ao mesmo tempo em que é independente dos graus e títulos. Me refiro ao que é legítimo no plano metafísico.
 
O comunicador legítimo torna-se comunicador pelo ato de expressar-se através dos meios de comunicação; O filósofo torna-se filósofo pelo ato de filosofar em relação à natureza, ao mundo e à sociedade; O trabalhador legitima-se trabalhador pelo ato de realizar o respectivo ofício cotidianamente; O escritor legitima-se pelo ato de escrever; O poeta legitima-se pelo ato de compor poesias; Neste contexto, a legitimação independe de formação, reconhecimento ou ganhos. Contudo, vincula-se diretamente ao ato propriamente dito. No sentido alquímico.
 
Por vezes, a legitimação precede a profissionalização. Há casos em que coexiste interdependência entre uns e outros. Um profissional é capaz de graduar-se em nível superior e carecer de experiência prática. O inverso também procede. Posso, por exemplo, defender uma dissertação sobre vídeos no ciberespaço, independente de saber reproduzir o objeto de estudo. Ou, escrever um artigo sobre sites de relacionamento, independente de conhecer pessoas através de tais plataformas. Algo que soaria estranho em um debate relacionado ao assunto. É óbvio que, na sociedade midiatizada, apesar da exigência de formação, prioriza-se a vivência prática no campo de batalha. O ideal continua sendo profissionalizar o legítimo e legitimar o profissional.
 
J.P.D.

quinta-feira, 25 de dezembro de 2014

Discernimento


A moralidade emerge do conflito dos desejos. Agimos majoritariamente de acordo com o que nos proporciona maior satisfação pessoal. Nas situações em que questionamos a prioridade frente ao leque de alternativas, costumamos optar pelo mais prazeroso (imediato) ou pelo mais compensador. Há situações em que nos movemos pelo prazer momentâneo (como no lazer); Enquanto há casos em que nos impulsionamos pelos objetivos a médio e longo prazos (como no trabalho, nos estudos, na reeducação alimentar e nas atividades físicas com fins de melhoramento estético e performático).
 
O fato é que a maturidade nos induz a escolhas mais racionais do que a adolescência. Do mesmo modo que, no período da infância, nos movemos predominantemente pelos impulsos instintivos (em formação). À medida que conhecemos os prazeres e deveres do mundo adulto, cresce a reflexão sobre o que é mais satisfatório, edificante e produtivo. Contudo, mesmo quando nos tornamos extremamente criteriosos na hora de decidir, os instintos continuam presentes na natureza animal do Sapiens Sapiens.
 
Decidir que decisões tomar e que escolhas fazer se torna uma atividade cotidiana. Por vezes executada dentro de um contexto de racionalidade na configuração de cronograma meticuloso e rotineiro. Ao contrário dos impulsos do instinto que surgem em tempos vagos. De algum modo, ser prudente é virtude essencial na hora de fazer escolhas. O equilíbrio entre a razão e a emoção continua sendo o melhor caminho. Discernir é um modo de agir com temperança. Assim começamos a compreender a alquimia do bom combate.
 
J.P.D.

quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

Virtuoso


O amor guiado pelo conhecimento é o combustível do viver virtuoso. Os valores éticos e morais extrapolam o saber científico na constituição da essência do ser. A subjetividade é composta pelo modo como olhamos, recebemos e interpretamos o universo. O domínio próprio é um dos pontos fortes do espírito consciente. Liberto dos vícios. Abrindo caminhos onde existe meritocracia e direito iguais. Onde há respeito mútuo e honra em defender a própria integridade. Onde há reconhecimento nos acertos, nas situações adversas e nos casos de reparação. Assumir e reparar atos instintivos do comportamento animal é tão digno quanto comportar-se adequadamente em tempo integral. Tais princípios legitimam os espíritos imortais.
 
J.P.D.

terça-feira, 23 de dezembro de 2014

Prossumers


PROSSUMERS MULTIMÍDIA ( Aqui a gente aprende junto )

Maiores informações - Skype - prossumers
Email - prossumers@prossumers.com.br
Whats App - (51) 8543-3884

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Escolhendo o caminho

 
 
A conquista da felicidade parece fácil quando encontramos em nós mesmos o que realmente nos move. O combustível cotidiano está relacionado com a essência do ser. O espírito se alimenta das emoções, e dos pensamentos construtivos, nos estimulando a lutar pela mensuração de resultados. Quanto mais produzimos boas energias mais nos condicionamos a manter a fórmula que vem funcionando na batalha cotidiana. Manter o que está certo, arrumar o que for preciso e continuar melhorando dentro do possível. Eis o caminho.
 
J.P.D.

 

domingo, 21 de dezembro de 2014

Lutando .'.


Os homens de respeito são capazes de mudar. Mudar no bom sentido. Mudar pra melhor. Na sociedade em que vivemos, preocupa-se muito com a qualidade técnica, com os ganhos materiais, com a aparência e reputação social. Contudo, raros são os homens que se preocupam com a ética e a moral de estar jogando dentro das regras e respeitando as leis.  Os valores humanos vêm sendo ignorados frente ao que ganhamos com isso ou aquilo.

Pra conquistar os objetivos pessoais, me propus a mudar totalmente o modo de ser. Desde a hora de dormir e acordar; A alimentação, os hábitos e vícios; O valor da produtividade frente ao lazer; Hoje sou capaz de encontrar, no próprio caminho, aquilo que um dia busquei em outros lugares e formas de pensar.

É óbvio que há bastante a fazer. Ainda luto pela sustentabilidade e pela independência financeira; Luto pra entrar em forma física; Luto pelo controle emocional e domínio dos instintos;  Luto pela aquisição do conhecimento; Luto pelo desenvolvimento profissional; Luto por melhores relacionamentos; Luto pelo reconhecimento; Luto pra salvar aqueles que sofrem as provações pelas quais passei.

Empunho algumas bandeiras: O respeito ao poder superior; Ajudar quem se ajuda; Priorizar quem tem mérito estatístico; Apoiar quem defende o caminho certo (principalmente se pratica o que defende). É óbvio que agimos e reagimos de acordo com as circunstâncias. É natural que sejamos mais calmos, tranquilos e educados, com aqueles que assim procedem conosco. No entanto, somos capazes de rever e assumir posicionamentos enquanto houver tempo (quando notamos que precisamos arrumar algo).

Hoje sou consciente e tranquilo por trilhar o caminho certo. Acordo cedo pra ler e produzir; Pratico esportes; Cuido da alimentação; Busco o desenvolvimento espiritual; Creio e respeito às forças da natureza e as leis do cosmos; Ajudo as pessoas, produzindo conteúdo motivacional, de conhecimento e otimismo; Me tornei um defensor da libertação dos vícios químicos (lícitos e ilícitos); O que me faz merecedor do que busco, desejo e construo; Somo forças com quem vem pra somar; E, sobretudo, preservo um bom coração.

Sei que preciso das pessoas; Preciso dos familiares; Preciso dos amigos; Preciso do apoio da sociedade; Então, faço o que me preserva consciente e tranquilo. Faço o que está ao alcance pra merecer o que desejo. Reconheço quando preciso reconhecer; Mudo quando preciso mudar; Arrumo quando preciso arrumar.

Assim venho procedendo. Como estudioso, como profissional e como pessoa. Acordo, diariamente, determinado a cumprir o que me cabe. Cada exigência; Cada requisito; Luto pra conquistar os espaços vagos. Sei o que quero; Sei como posso somar. Acredito no caminho que escolho. Pois neste venho vencendo pra vencer.

J.P.D.

sábado, 20 de dezembro de 2014

Agradecimentos


AGRADECIMENTOS

Aproveito a oportunidade pra agradecer professores e colegas da pós graduação em comunicação pelo apoio recebido durante o curso de mestrado. Recebi agora a informação sobre o processo seletivo de doutoramento. Agradeço a oportunidade e reconhecimento recebido. Continuarei visitando-os sempre que possível (eventos, feiras, seminários e palestras).

Orei bastante até este momento. Pedi a Deus que me mostrasse o melhor caminho. Encerro aqui um ciclo pra iniciar um novo tempo. Estamos longe de um adeus. Pois costumo manter laços e/ou vínculos com aqueles que admiro. Contudo, tenho certeza de que o melhor está reservado a mim.

Quanto ao doutoramento, estou determinado a lutar até conquistar a oportunidade que preciso "pra doutorar o Mestre Juliano Paz Dornelles". Estou disposto a lutar pra realizar esta missão no momento certo. Me mantenho disponível. No mais, era isso.  

SEMPRE EM FRENTE 

De todos os motivos, o que mais me alegra é o fato de que aprendi a valorizar quem me valoriza; A priorizar quem me prioriza; A respeitar quem me respeita; Assim, determinado a vencer, completo o ano atingindo e extrapolando a grande maioria das metas e objetivos. Muito além de se tornar Mestre em Comunicação. Hoje sou livre.

Quem conhece um pouco do inferno pelo qual passei nos anos após a formatura, sabe do que estou falando. Toda vez que recebo uma porta na cara ou vejo os jovens na sarjeta, me fortaleço no caminho que escolho. Agora é continuar em frente.

J.P.D.

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Opostos



Às vezes me pergunto se estou no caminho certo. Me questiono aquilo que geralmente penso ter certeza. O esporte é bom pra saúde? Trabalhar dignifica o homem? Estudar diariamente nos torna pessoas melhores? Consumir água limpa e ar puro é melhor que utilizar substâncias químicas lícitas e ilícitas? A higiene pessoal e do lar atraem bons fluidos? Precisamos ser bons às pessoas boas? Perdoar nos traz recompensas? Existe meritocracia? É necessário fazer às pessoas aquilo que está ao nosso alcance? Podemos ajudar quem deseja e precisa? É óbvio que, de acordo com minhas respostas, tais questões são afirmativas. Contudo, em alguns momentos, venho recebendo o oposto.

J.P.D.

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Curta Nossas Fanpages !!!






Clique nas imagens acima pra entrar nas páginas

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Introduzindo


PROFETAS E PROFECIAS

Nem todos os profetas do terceiro milênio tocam rock'n roll e produzem filmes em Hollywood. Porém, estão mais adjacentes das profecias do que os produtores do funk, do pagode ou da novela das nove.


FENÔMENO INTERATIVO MIDIÁTICO

Venho pesquisando há algum tempo o que chamo de um dos fenômenos mais atuais na interação midiática. O crescimento do número de internautas que iniciam relacionamentos amorosos, sexuais ou de amizade virtual, em mídias sociais.

O fenômeno envolve movimentos paralelos tais como a emancipação da mulher, a superficialização dos laços humanos, a exposição midiática das intimidades e a comercialização de perfis de usuários como produtos de capital erótico.

Do mesmo modo, dimensiona a importância do marketing pessoal através da produção multimídia. Na criação de personagens. Na linguagem textual e audiovisual. E no compartilhamento narrativo do cotidiano.

Há alguns anos venho reunindo material oriundo de print screen de conversações em tais plataformas. Desde conversas de web chats à entrevistas gravadas em vídeo. Em dois dos meus livros, publiquei textos sobre o assunto. A hora é agora pra entendermos por que tantas pessoas encontram nestes ambientes a possibilidade de iniciar interações em um contexto de isolamento físico.

Este é um estudo que requer duas a três horas de interações diárias. Além de vivência de campo. Pra aproximar-se de conclusões verossímeis ao contexto real.


NA BATALHA COTIDIANA

O que relação há entre os filmes do Senhor do Anéis, Avatar e Harry Porter, com a disputa interior entre o bem e o mal, a aprendizagem da alquimia do ser ou a conquista de territórios?

Que relações há com o mundo real da construção da subjetividade, da evolução pessoal e do cotidiano profissional?

Algumas crianças entendem mais que os adultos - Isto transcende videogames e smartphones - Ousar ver como as crianças, em alguns casos, é mais inteligente do que ver como os adultos.

Pra quem viu, mais de dez vezes, Matrix e Star Wars. Reveja O Hobbit (Assim como os filmes Marvel). Contudo, tente associar fantasia e realidade .'.


EM BOA HORA

Chegamos ao começo . . .

Embora virginiano, às vezes me sinto tal como um aquário. Acredito ser pela quantia de água que bebo (no lugar de outras coisas). Tentando transmutar-me na alquimia, cada vez mais limpo e puro. Insípido, inodoro e incolor. Embora seja o sopro divino do próprio ar que respiro (em corpo animal racional); Às vezes me sinto descendente dos pássaros; Filho do céu; Irmão de ovelhas e peixes .'.

Criadores e criaturas de um mundo próprio .'.

J.P.D.

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Recriando


Tudo se inicia no imaginário. Somos capazes de construir e conquistar o que desejarmos, desde que façamos o que é preciso, respeitando o interesse dos semelhantes. O segredo é uma questão de ação e reação. Neste sentido, retribuir se torna vantajoso quando se resume ao que é construtivo e edificante. Ao restante, nos cabe ser alquimistas de si mesmos. Há bastante a reciclar em um contexto de relatividade e transformação cósmica das forças da natureza. Assim sendo; Sejamos construtores do mundo real.

J.P.D.

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Somando


Vencer os desafios cotidianos requer compreender os segredos do cosmos; Como procedem as leis da natureza (?); Como se comportam os indivíduos e sociedades (?); Quais são os desafios a serem transpostos (?); Que possibilidades e caminhos existem (?); O certo é que as reflexões trazem perguntas; E perguntas nos impulsionam a encontrar respostas. Neste sentido, refletir é uma forma de criar vantagem competitiva. Analisar alternativas, e pensar de formas distintas ao próprio instinto, possibilita que multipliquemos os ganhos. Somar aliados continua sendo o melhor caminho. Fidelizar alianças é mais econômico que prospectar e recrutar, novos conselheiros e soldados, em cada batalha. Contudo, precisamos de cada combatente disposto a somar-se a nós; Estabelecendo a ordem e construindo o progresso.

J.P.D.

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Midiáticos - Em interação


Conforme pesquisa publicada, em junho de 2013, pela Proceedings of the National Academy of Sciences, um quarto dos relacionamentos, nos Estados Unidos, iniciam na web. Cinco anos antes, o vídeo Social Media Revolution, produzido pela Social Nomics, mostrava, em números, que um em cada oito relacionamentos amorosos no mesmo território se inciava em mídias sociais. A mesma tendência há de ser observada no Brasil, uma vez que somos os maiores usuários de redes sociais virtuais do mundo, em horas por internauta.

É certo que apenas uma parte das relações virtuais evolui ao encontro físico. Boa parte delas permanece apenas na condição de interação mediada. O fato principal é que os sites de relacionamento vêm se tornando uma forma de mercado aberto onde pretendentes divulgam a si mesmos como produtos a serem arrematados, da mesma forma que definem as características do perfil do internauta de seus respectivos interesses.

A presença em massa de jovens nos sites de relacionamento, somada à superficialização das relações afetivas, tem, por consequência, um outro fenômeno.  “A facilidade de acesso e a multiplicidade de contatos por meio dela viabilizadas ampliam nossas margens de escolha e comparação” (O Amor e a Mídia, 2013, p.194). Tornando os relacionamentos amorosos, iniciados nestes ambientes, cada vez mais "superficiais".

 A visão do amor como ‘mercadoria’ é uma forma de perceber como as pessoas constituem os relacionamentos na sociedade midiatizada.  “O namoro pela internet, ao contrário da incômoda negociação de compromissos mútuos, se ajusta perfeitamente (ou quase) aos novos padrões de escolha racional” (Amor Líquido, 2004, p. 85). Comercializando-se a partir do marketing pessoal e adquirindo o par ideal dentro de um hall de alternativas. 

O ciberespaço se mostra como uma vitrine (ou cardápio) onde o produto é posto sob a visibilidade midiática, ubíqua e onipresente. Neste contexto, o usuário das plataformas interativas se torna extremamente seletivo na hora de definir o perfil da respetiva busca. Valorizando as informações pessoais que o sobrepõem sobre a concorrência online. Este é um fenômeno pós-moderno, o qual presenciamos e participamos efetivamente cada vez que construímos relações mediadas, principalmente, quando tais relações evoluem a ponto de se tornarem reais.

J.P.D.

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Essencial



O bem e o mal convivem em cada indivíduo. Ora em ordem, ora em conflito. Combatemos constantemente a fim de estabelecer o equilíbrio, fortalecendo que é essencial ao ser. Mesmo quando somos predominantemente bons, pacíficos e amorosos, lidamos frequentemente com emoções adversas; Sobretudo, os instintos da natureza animal, na sobrevivência e na defesa. Sendo que vivemos a experiência corpórea como seres espirituais. Contudo, somos capazes de dominar as emoções, como seres racionais que somos. Dominando pensamentos, sentimentos e desejos. Domínio que se torna o âmago do ser livre.

J.P.D.

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Imaginário


O imaginário é responsável pela materialização da realidade. A construção do mundo em que vivemos se inicia no pensamento. Acrescentamos significados e produzimos sentidos às rotinas cotidianas. Induzindo um processo de transmutação. Criando as oportunidades que precisamos. De fato, o universo virtual do espírito é algo irredutível. Livre de negociação. É justamente isso que nos torna singulares. Materializando, em atos, as narrativas das quais somos autores-narradores-protagonistas. Bem além disso, as experiências e vivências particulares, individuais e coletivas, nos proporcionam pluralidades implícitas na subjetividade do ser uno.

J.P.D.


segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Darwinismo - Além da Sociedade de Consumo


Na selva de pedra temos a mesma necessidade de adaptação que no ecossistema natural. A ecologia do mundo empreendedor, na sociedade de consumo, requer que nos adaptemos ao meio. Entender o macro ambiente de negócios nos possibilita compreender as necessidades do público alvo. Potencializando forças e solucionando demandas. Desenvolver-se e aperfeiçoar-se constantemente é imprescindível. Ouvir os clientes é maneira mais usual de melhorar a performance e atingir a satisfação desejada. Diversificando produtos e padronizando os procedimentos de atendimento. O mercado é como um relacionamento amoroso. Precisamos manter diálogo fazendo algumas perguntas clássicas: 'O que tens em mente?'; 'Como preferes?'; 'De que jeito gostas?'.

J.P.D.

domingo, 7 de dezembro de 2014

Guerreiro


O êxito na jornada requer certos sacrifícios e planejamento racional na hora de fazer escolhas. Maximizar a produtividade, por vezes, nos sugere que priorizemos o que nos engrandece e qualifica. As horas extras de estudos, trabalhos e atividades físicas, nos trazem melhores benefícios que desperdiçar o tempo em frente a televisão, dormir horas a mais que o necessário ou gastar grana em mesas de bar. No mesmo contexto, é necessário investir algumas horas do dia no desenvolvimento espiritual, possibilitando que nos direcionemos no sentido do crescimento. Crescer e evoluir implica investimentos na superação de obstáculos. Enfrentar desafios fortalece a arte do bom combate. Caminhar na direção das metas e realização dos sonhos, sugere acertar na hora de escolher o caminho certo.

J.P.D.

sábado, 6 de dezembro de 2014

Curta Nossas Fanpages !!






Clique nas imagens acima pra entrar nas FanpagesNossas Fanpages

sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Manifesto ao Soberano (O povo no poder)


O compromisso há de ser estabelecido entre os homens e a sociedade. O governo tenta representar a figura do ‘pai do povo’, que por sua vez, é o ‘filho do Estado (Nação)’. Porém, há contradições entre o exercício do poder e a vontade dos cidadãos. O povo deveria ser ‘o soberano’ na legislação e observação do exercício da lei. O governo deveria atuar como um intermediário entre o estado e o soberano (povo). Enquanto os legisladores deveriam ser os cidadãos com determinadas sensibilidades. Mas o que vimos, contradiz (o suficiente) ‘O contrato Social' ideal.

Neste ambiente, de criação de leis reguladoras, o cognitivo deve ser prioritário. A moral, assim como a ética, precisa extrapolar a imposição da força. Ainda vivemos (majoritariamente) o império do mais forte. A sociedade igualitária será legítima (exclusivamente) quando o intelecto ocupar (totalmente) o lugar da ignorância. É necessário estabelecer o respeito à pluralidade. Quando as ‘semelhanças’ colocam as ‘diferenças’ em um contexto de ‘igualdade’.

A sociedade há de ser regulada por uma forma de ‘inteligência’ maior. O poder dos deuses (sabedoria) é designado ao legislador que assim legisla. E este se legitima quando se fizer presente na figura do povo (soberano). O povo exercendo o papel do governo ao representar o poder do Estado. Em termos particulares, chamaríamos da ordem gerada pelo caos. A reformulação democrática sobre a anarquia (excesso de liberdade e degradação dos valores da sociedade patriarcal) pré-estabelecida. Em tempos atuais: A democracia direta tomando o lugar da representatividade. Nós, homens (indivíduos, cidadãos e a coletividade), exercendo o direito de decidir, legislar e governar. Uma utopia que, apesar da contradição do termo, tende a tornar-se (de forma miraculosa) a realidade. 

J.P.D.

quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

Games


A tecnologia midiática se tornou parte do cotidiano no século vinte e um. Utilizamos os aparatos tecnológicos nas atividades do dia-a-dia. Desde o preparo dos alimentos, ao cultivo do campo, na construção civil, na medicina e na comunicação. E é nos meios interativos de comunicação que nos debruçamos neste artigo. Principalmente no mundo dos games, em um contexto de ubiquidade e convergência transmídia.

A cultura humana de participação em jogos e competições é muito mais antiga do que se pode imaginar. Os povos primitivos já organizavam disputas, em modalidades como caça e luta, as quais definiam quem seria o líder da tribo. Naquela época, como é ainda hoje, os mais fortes e os mais sábios, ocupavam lugar de destaque.

Com o decorrer dos séculos, os jogos foram sendo aprimorados. Das olimpíadas gregas aos jogos medievais. Do tabuleiro de xadrez aos games de celular. Houve uma passagem evolutiva até chegarmos aos jogos atuais, influenciada, principalmente, pelas guerras e pelo esporte.

De algum modo, os jogos são mais do que modalidades de disputa e competição. São, também, espaços de interação e socialização. Alguns jogos despertam a individualidade, enquanto outros sobrevalorizam o espírito em equipe. 

Neste contexto, “o público, que ganhou poder com as novas tecnologias vem ocupando espaço de intersecção entre os velhos e novos meios de comunicação, está exigindo o direito de participar intimamente da cultura” (Cultura da Convergência, 2008, p.53). E assim fazem nas comunidades temáticas, nos games e em outros grupos de interação. Entendendo os jogos como uma forma de cultura, compreendemos a influência dos jogos eletrônicos no cinema, no webdesign e na interação midiática.

J.P.D.

terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Programa 5s



No início do milênio, antes de me graduar em comunicação e cursar alguns semestres de ciências sociais, passei rapidamente pela faculdade de engenharia civil. Estagiei voluntariamente em um laboratório de materiais de construção, quando trabalhei com testes e pesquisas tais como granulometria, abrasão, densidade do solo e slamp; Na sequência estagiei remuneradamente na faculdade de arquitetura como monitor em geometria descritiva, auxiliando os alunos, com esquadro e compasso, na construção de figuras, retas e planos, na geometria espacial e plana. Mas foi em um estágio em controle de qualidade e segurança do trabalho que tive acesso ao 'Programa 5S'. Também conhecido como Programa de Qualidade Total. O qual tem me auxiliado a revolucionar os resultados na produtividade, no lazer e no bem estar.

Na época em que estagiei com controle de qualidade, ocupei um cargo como encarregado de vistoriar os equipamentos e o trabalho dos funcionários de uma concreteira. A empresa era responsável pela produção de argamassa; a qual era entregue nas obras em caminhões-betoneira. Minha função resumia-se em vistoriar os equipamentos de segurança dos caminhões. Assim como fazer questionários aos funcionários. 

Foi nesta experiência que conheci as cinco palavras mágicas japonesas: Seiri (utilização), Seiton (arrumação), Seiso (limpeza), Seiketsu (normalizar) e Shitsuke (disciplina). "A metodologia possibilita desenvolver um planejamento sistemático, permitindo de imediato maior produtividade, segurança, clima organizacional e motivação dos funcionários, com consequente melhoria da competitividade organizacional" (Wikipédia).

Utilização - Triagem do necessário, eliminando o desnecessário.
Arrumação - Organizar o espaço de trabalho de forma eficaz, colocando cada coisa em seu devido lugar.
Limpeza - Higienização do ambiente, tornando-o mais agradável e limpo.
Normalizar - Criação de normas e padrões técnicos de produção.
Disciplina - Motivação e incentivo no bom relacionamento da equipe com normas e filosofias.

O mais legal do 'Programa 5S' é o fato de que, além do ambiente de trabalho, é possível implementar as técnicas em casa, no ambiente de estudos, no local em que realizamos as atividades físicas, etc. Neste sentido, ter um planejamento nos possibilita a otimização das atividades e do tempo. Assim, há algum tempo, venho organizando tarefas, horários, rotinas, prioridades e atividades de forma racional. O resultado obtenho no dia-a-dia.

J.P.D.

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Racional - No Bom Combate


Concretizar o sucesso na jornada evolutiva exige empenho, esforço e dedicação integral na conquista das metas. Estar focado é essencial ao desenvolvimento; Trabalhar com fé é extremamente motivacional. O fato é que fazer escolhas requer a reflexão racional a cerca das possibilidades. É interessante que nos perguntemos (em relação às alternativas): 'Que caminho estamos defendendo?'; 'Em que estamos investindo?'; 'O que ganhamos com isso?'. Neste contexto, será possível que façamos as melhores escolhas. O planejamento racional é diferencial ao êxito no bom combate.

J.P.D.